Futebol catarinense possui velhos conhecidos do futebol nacional. Você se recorda de todos eles?

Rentería: atacante colombiano de 31 anos, ficou conhecido nacionalmente após sua passagem pelo Internacional de Porto Alegre nos anos de 2005 e 2006. Passou também por Porto e Braga (Portugal), além dos colombianos Once Caldas, Boyacá e Millionarios. No Brasil ainda passou por Santos, Atlético Mineiro e Caxias. Foi contratado no inicio do ano para defender o Atlético Nacional na disputa do campeonato catarinense.

Rosinei: criado no São Caetano, meia fez parte do Corinthians campeão brasileiro de 2005. Teve passagens ainda pelo Internacional e Atlético Mineiro, além de Real Murcia, da Espanha e América, do México. Foi anunciado como reforço do Almirante Barroso agora, em Março de 2017.

Betão: zagueiro de 33 anos é um dos grandes destaques do Avaí desde o meio do ano passado. Com passagens por Corinthians, Santos e Ponte Preta, Betão é o grande “xerife” da defesa avaiana e um dos líderes do grupo ao lado do ídolo Marquinhos.

Vinicius Pacheco: uma das promessas da base flamenguista, o meia de 31 anos, teve passagens por Grêmio, Náutico e Volta Redonda, antes de ser apresentado pelo Avaí em Maio de 2016. Em Junho do mesmo ano, sofreu uma grave ligação no ligamento do joelho, que o deixou afastado por 9 meses, retornou no empate entre Avaí x Inter no último domingo (05), marcando o gol do Avaí, no jogo que terminou em 1×1.

Carlos Alberto: o volante/lateral direito de 39 anos, ficou mais conhecido em 2006, ao ser descoberto quando jogava pelo Figueirense uma adulteração em seu documento durante a infância que diminuía a sua idade. Após retornar da punição foi contratado pelo Corinthians e fez parte do time que caiu para a série B em 2007 e retornou a primeira divisão em 2008. Desde 2015 defende as cores do Brusque.

Boquita: um dos destaques do Corinthians na conquista da Copa São Paulo de Juniores de 2009, o meia foi promovido ao time principal do Corinthians no mesmo ano. Não conseguindo repetir as atuações da época da base, acabou passando por Bahia, Portuguesa e Vila Nova. Atualmente defende o Brusque na boa campanha no catarinense.

Artur Moraes: o goleiro de 36 anos foi revelado pelo Paulista de Jundiaí e teve uma passagem pelo Cruzeiro antes de se aventurar pelo velho continente. Ficou mais conhecido por sua passagem pelo Roma entre os anos de 2008 e 2010 e a passagem pelo Benfica entre os anos de 2011 e 2015. Hoje faz parte do elenco que busca reerguer a Chapecoense após a tragédia na Colômbia no final do ano passado.

Zé Love: atacante de 29 anos, é conhecido por ter feito parte do Santos “de Neymar” entre os anos de 2010 a 2011. Passou pelo Genoa e o Siena da Itália, além de Goiás e Vitória. Em 2017 assinou com o Figueirense para a disputa do catarinense e do Brasileiro Série B. Atualmente se recupera de uma hérnia de disco.

Max: conhecido nacionalmente por suas passagens pelo América de Natal, teve uma importante passagem pelo Palmeiras entre os anos de 2007 a 2010. Em Março deste ano, foi anunciado como reforço do Internacional de Lages para a disputa do catarinense.

Renan Teixeira: meia fez parte do São Paulo campeão da Libertadores e do Mundial de 2005. Teve passagem por diversos clubes médios e pequenos do Brasil, além de passagens pelo Cruzeiro e Atlético PR. Assinou com o Joinville no começo deste ano.

Lúcio Flávio: cria da base do Paraná, o meia de 38 anos, ficou conhecido por sua passagem no Botafogo entre os anos de 2006 a 2008 e 2009 a 2010. Passou também por Santos, Vitória e Coritiba. Desde 2017 defende as cores do Joinville.

Ciro: o atacante de 27 anos, foi uma das esperanças da base do Sport, onde profissionalizou-se em 2008. Em 2011 foi contratado pelo Fluminense. Após bom começo pelo clube carioca, Ciro teve fracas atuações e acabou não renovando seu contrato. Após por passagens por Bahia, Luverdense e Remo, acertou sua ida ao Joinville no inicio deste ano.

Tripodí: o atacante argentino, é um verdadeiro peregrino do futebol. Com 29 anos, acumula passagens pelo Colônia (Alemanha), Arsenal de Sarandí (Argentina), Tochigi (Japão), Vaduz (Liechtenstein) e Boca Juniors. No Brasil tem passagens pelo Atlético Mineiro, em 2009 e Joinville, em 2015. Este ano acertou seu retorno ao Metropolitano para sua terceira passagem pelo clube de Blumenau.

Comenta aí:
Compartilhe ;DShare on Facebook2Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Buffer this page
COMPARTILHAR
avatar
"Futebol hoje, futebol amanhã, futebol sempre!!!!"