Um draft bem morno para quem esperava por outras escolhas!

Como de costume todo ano após o super bowl temos a grande espera pelo Draft da NFL. Muitas franquias apostam todas as suas fichas nas principais revelações do college. Além disso, todos sabem que uma boa escolha pode mudar radicalmente a cara de um time na liga.

E falando em escolhas, os Patriots fizeram algumas apostas um pouco duvidosas em algumas posições. Para quem acompanhou a última temporada, percebeu que o maior problema foi a fragilidade da defesa em alguns aspectos. E sentiu principalmente a falta de um pass rush eficiente para pressionar o quarterback adversário.

Outro ponto bem questionado nesse Draft, foi a necessidade de selecionar um bom quarterback para substituir Tom Brady quando o jogador se aposentar. Mas mesmo com seus 40 anos de idade, o atleta ainda mostra sinais de que vai permanecer por algum tempo dentro de campo.

Com isso tudo vamos ao que interessa!

Quem afinal foi draftado pela franquia da nova Inglaterra? Um resumo de alguns jogadores escolhidos!

Sony Michel – RB

Créditos da imagem (zimbio.com) Sports pics

Surpreendentemente logo na primeira rodada, os Patriots selecionaram um running back para o seu elenco que já conta com outros bons jogadores não posição. Sony chega para reforçar o time tão recheado de boas alternativas no estilo de jogo. Considerado um jogador bastante rápido, tem tudo para ocupar a vaga deixada por Dion Lewis que foi para os Titans.

Vindo da universidade de Georgia, o RB também sabe jogar como recebedor, e isso agrada muito a comissão técnica dos Patriots. Apesar de ter recebido poucos Snaps, o atleta atua muito bem como bloqueador em algumas jogadas, e com certeza poderá ajudar na proteção de Brady dentro de campo.

Outro ponto forte do jogador é a sua agilidade, Michel tem uma média de 3.8 jardas conquistadas após o primeiro contato, 36 tackles em 157 carregadas com a bola.

Isaiah Wynn – OT

Créditos da imagem (dawgsports.com)

Depois da saída de Nate Solder do time, era nítido que New England iria precisar de outro jogador para suprir essa baixa. Wynn chega para brigar pela posição que de certa forma tem a ver com o ponto cego de Tom Brady. O jogador participou cerca de 700 Snaps na carreira e apesar de ser considerado baixo para posição, ele consegue proteger bem o quarterback.

Uma curiosidade é que Wynn já atuou como guard por algum tempo, e com essa virtude pode ser muito útil ao elenco.

Ja’ whaun Bentley – LB

Créditos da imagem ( Michael Allio/Icon Sportswire via Getty Images)

Uma posição muito urgente nesse time é a de linebacker. Ultimamente os Patriots vem sofrendo muito nesse setor, e com isso a necessidade de draftar um bom jogador para fortalecer o front seven é fundamental.

Bentley de certa forma não chega para resolver todos os problemas, mas pode ser muito importante no elenco tão carente de bons jogadores na posição. Alguns analistas desconheciam o retrospecto do atleta. Porém dentro de campo ele mostrou ser muito eficiente. O linebacker foi titular por quatro anos em sua equipe no college, teve 97 tackles, 3 passes desviados.

Mas ainda é muito cedo afirmar que o jogador não tem potencial para ser titular na equipe.

Christian Sam – LB

Créditos da imagem (vividseats.com)

Outro linebacker escolhido vem da universidade de Arizona State. Christian costuma atuar pelo meio de campo e sua agilidade é seu ponto forte. Bom em coberturas de passes, o jogador pode ser fundamental nesse aspecto; posteriormente saindo na frente de outros concorrentes da posição. O atleta teve 127 tackles e 3 sacks na última temporada.

Um ponto para ser observado no jogador, foi a lesão sofrida no pé em 2016 que comprometeu toda sua temporada. Mas não sabemos ainda se de fato o jogador está totalmente recuperado, vamos aguardar para ver.

Braxton Berrios – WR

Créditos da imagem (miamiherald.com)

Como de costume não poderia faltar em um draft dos Patritos a escolha de um Wide Receiver!

Braxton foi selecionado na sexta rodada (pick 210), considerado muito ágil e bem parecido com estilo de Danny Amendola que foi para o Miami Dolphins, Braxton atua muito no slot e pode ser mais uma boa opção para o passe rápido. E também com a saída de Cooks, as oportunidades de uma vaga no time titular são ainda maiores. Além disso, o jogador sabe retornar punt e exerce boa liderança dentro de campo pois era capitão em sua ex-equipe.

Ryan Izzo – TE

Créditos da imagem (draftblaster.com)

Selecionado na última rodada do draft, o jogador vem para fazer sombra para Allen. Considerado um ótimo bloqueador, Ryan pode ser uma boa opção no jogo corrido ajudando nos bloqueios para abrir espaço na corrida do running back. E isso iria facilitar muito mais o sistema dos Patriots que tem sido muito eficiente nas últimas temporadas. O jogador teve 20 recepções com 317 jardas e 3 TDs.

Danny Etling – QB

Créditos da imagem (saturdaydownsouth.com)

Como falamos no início do texto, uma das maiores prioridades no time da nova Inglaterra é preparar alguém para substituir Tom Brady.

Muitos esperaram para ver quem seria o quarterback selecionado na primeira rodada pelos Patriots, já que esse ano foi uma das melhores safras da posição. Porém com tantas boas opções acabaram escolhendo um jogador que ninguém esperava.

Apesar de ter boa altura e um braço forte lançando a bola, Etling foi o quarto melhor em rating no quesito de passes longos. Mas sabemos que não é só isso que faz um jogador ser considerado bom.

Existem alguns aspectos bem duvidosos no jogador, começando pela sua mecânica com as pernas e sua postura dentro do pocket.

Em muitos lances o jogador mostrou insegurança quando foi pressionado; e se tem algo que um QB não pode demonstrar dentro de campo é a sua maior deficiência. Pois com certeza a defesa adversária vai explorar isso.

É nítido que o jogador não será o substituto de Brady, mas de certa forma foi um pouco frustrante para alguns críticos e uma boa parte dos torcedores dos Patriots a escolha desse atleta. Antes da seleção Etling, muitos davam mais como certa a escolha de Lamar Jackson. Jogador que recebeu muitos elogios de Tom Brady.

Mas para a tristeza de alguns isso não aconteceu, e restou inúmeras perguntas sobre o real motivo pelo qual o jogador não foi selecionado.

Mas como até o início da próxima temporada muita coisa pode acontecer, vamos aguardar novas notícias vindas de New England. Voltaremos em breve!

Comenta aí: