O cenário dos sonhos que começou a se desenhar para a Ferrari no sábado, com a primeira fila sendo formada por Kimi e Vettel, além de ver Lewis Hamilton ser prejudicado pela batida de Vandoorne e sair do 13º lugar no grid, teve o final feliz nesse domingo, com a vitória de Sebastian, após um erro questionável durante o pit de Raikkonen.

Com essa vitória, Vettel chegou a 45 vitorias em sua incrível carreira, a segunda no GP Monegasco. De quebra, viu sua vantagem para Lewis aumentar de 6 para 25 pontos, após o rival fazer uma boa estratégia, que lhe garantiu o 7º lugar.  Agora, são 126 pontos para o alemão contra 104 do britânico.

A corrida, num todo, foi maçante. Algo que vem sendo normal nos últimos anos. E nesse caso, nem a Liberty parece ter a solução. Uma largada tranquila, sem incidentes. Kimi manteve a ponta, Vettel fez uma largada conservadora e Bottas fechava o Top-3.

Ao fim da primeira volta, o top 10 tinha Raikkonen, Vettel, Bottas, Verstappen, Ricciardo, Sainz, Pérez, Grosjean, Magnussen e Hulkenberg. Um pouco mais atrás, Hamilton passou Vandoorne e assumiu a 12ª posição.

A partir daí, a corrida se manteve chatíssima, bastante insossa. O quadro só foi mudar a partir da volta 35, quando os pits começaram a ser realizados. Kimi parou e a Vettel sobrava a missão de fazer o que Schumacher fazia com maestria. Voltas de classificação seguidas. Com um ritmo feroz, além do já comentado erro, Seb voltou a frente, para delírio da torcida presente.

Depois disso, a corrida só voltou a ter emoção na volta 60. Da pior maneira. Num rápido corte de imagem, um carro apareceu com as duas rodas para cima, colado ao muro. Pouco tempo depois notou-se que era Wehrlein. Momentos de tensão até o piloto começar a conversar com a equipe e falar que estava bem. Pouco depois a imagem mostrou Button cometendo o erro amador que deixou o carro de Pascal assim. Errou feio, Jenson. Mais feio ainda errou Ericsson, que conseguiu a proeza de bater com Safety Car na pista.

Após isso, restou apenas esperar a bandeirada. Vettel foi o primeiro, seguido de Kimi e Ricciardo brilhantemente chegou ao pódio. Bottas, Verstappen, Sainz, Hamilton, Grosjean, Massa e Magnussen foram os outros pilotos na zona de pontos.

Foi-se o primeiro terço da temporada e a Ferrari mostrou sua força. Resta a Mercedes se adequar a essa nova situação de caçadora e não mais de caça e buscar virar o jogo. Aguardemos!

Comenta aí:
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Buffer this page