Uma temporada onde a defesa falhou muito e o ataque produziu pouco!

A temporada desse ano para a equipe de New England tem sido um pouco turbulenta em alguns aspectos. Apesar de terminar com uma campanha de 11 vitórias e 5 derrotas e conquistar folga na primeira semana dos playoffs, a equipe liderada por Tom Brady(QB) tem mostrado inúmeros problemas tanto na defesa como no ataque.

Alguns jogadores tem mostrado um rendimento um pouco abaixo do esperado, e as lesões como sempre tem limitado determinados atletas em algumas partidas.

A defesa que não passa segurança

Já não é de hoje o Calcanhar de Aquiles desse time tem sido a defesa que em alguns jogos mostrou uma fragilidade muito grande para conter o jogo terrestre e principalmente o jogo aéreo. E para um time que deseja chegar mais longe isso pode pesar negativamente.

Em alguns jogos dos Patriots nessa temporada a defesa parecia que não tinha entrado em campo. Erros de posicionamento, erros em taclkes e uma secundária que em muitos momentos cedeu muitas big plays.

Sem contar o front seven que não conseguia parar o jogo terrestre, exemplo disso foi o jogo contra os Steelers onde Jaylen Samuels(RB) reserva de James Corner(RB) teve 19 tentativas para 149 jardas com uma média de 7.5 por carregada.

Com esses números o jogador acabou com a defesa dos Patriots. E ajudou os Steelers a ganhar o jogo pelo placar de 17 x 10.

Mas apesar de alguns erros ainda é possível ver algo de bom em uma defesa tão inconsistente. Alguns jogadores tem conseguido destaque nesse time que até agora não empolgou seus torcedores.

Stephon Gilmore – Cornerback

Créditos da imagem (patriots.com)

O até então muito criticado em seu primeiro ano, Stephon Gilmore(CB) que chegou a peso de ouro para substituir a posição de CB número 1 deixada por Malcolm Butler(CB) tem sido o diferencial nesse time.

Gilmore(CB) está em seu segundo ano como titular e agora começou a entender melhor o sistema da equipe de New England. O jogador cedeu 34 dos 78 passes lançados em sua direção.

Teve 43,6%, conseguiu um total de 380 jardas e uma média de 27,1 jardas por jogo. O jogador ainda desviou 16 passes e teve duas interceptações.

Um número muito bom se tratando de uma secundária que vem mostrando uma insegurança enorme em alguns momentos. E seu rendimento melhorou muito em relação a temporada passada.

Além de Gilmore(CB) outros dois jogadores tem sido destaque nessa defesa.

Trey Flowers – Defensive End / Kyle Van Noy – Linebacker

Créditos da imagem (patriots.com)

Sem a presença desses dois atletas seria ainda mais complicada a vida da equipe de Bill Belichick. Van Noy(LB) está longe de ser um jogador como Von Miller(RB) ou Khalil Mack(LB). Mas tem feito muito bem o papel de pass rush dentro das suas condições.

Em algumas partidas os dois jogadores tem sido os responsáveis em colocar a pressão no QB adversário. E sem dúvida podem fazer toda diferença nos playoffs.

O ataque que não engrena

Apesar de contar com a presença do dois jogadores experientes nesse ataque, o jogo aéreo tem sido um problema para New England.

Rob Gronkowski(TE) e Julian Edelman(WR) não tem feito bons jogos até agora. Vale lembrar que Gronk(TE) vem sofrendo com algumas lesões que tem limitado seu rendimento. E sem ele a vida de Tom Brady fica ainda mais difícil.

Por outro lado Edelman(WR) voltou de uma lesão muito séria nessa temporada mas até agora não mostrou aquele bom futebol de outros anos.

Mas se o jogo aéreo tem sido um problema, o jogo terrestre tem fluido de forma segura em um time que não tem muito como característica a utilização desse estilo de jogo.

Sony Michel – Running Back

Créditos da imagem (patriots.com)

O recém chegado depois de ser draftado no ano passado, começou a mostrar o porque chamou a atenção de Bill Belichick. Com a lesão no joelho no início da temporada do titular Jeremy Hill(RB), Michel vem fazendo boas partidas e está mostrando que pode ser uma válvula de escape se o jogo aéreo não estiver indo muito bem.

New England também conta com presença de James White e Rex Burkhead ambos running backs, e esses dois jogadores além do jogo terrestre, são bons recebendo passes e isso pode confundir ainda mais a defesa adversária quando um deles estiver em campo.

Um jogador que não é muito falado devido a sua posição que hoje dia na NFL está quase em extinção é a de FullBack.

James Develin – FullBack

Créditos da imagem (lockerdome.com)

O jogador tem sido fundamental nos bloqueios e é responsável por abrir espaços para o jogo terrestre. Develin(FB) tem feito uma ótima temporada e mesmo não tendo seu nome muito falado é peça chave no desempenho desse ataque.

Mesmo com algumas dificuldades, sabemos que a equipe de New England cresce no momento certo, e nunca podemos deixar de lado a experiência de Tom Brady(QB), que já mostrou que pode levar sim o time muito mais longe. Mas por outro lado ele não está fazendo uma temporada como a do ano de 2017 onde eleito mvp da temporada.

Algumas curiosidades e estatísticas dos Patriots nessa temporada

– Único time a vencer as 8 partidas em casa entre as 32 equipes da liga.
– São 9 temporadas seguidas que conquistam uma folga na primeira semana dos playoffs.
– Décima segunda temporada que o ataque anota 400 pontos ou mais em 16 jogos.
– Tom Brady conseguiu completar 6.000 passes na carreira, e se juntou a Peyton Manning, Brett Favre e Drew Bress.
– James White anotou 7 TDs recebendo bolas e igualou a marca de Larry Garron com mais recepções por um running back.

E com esse histórico não da para duvidar de uma equipe que ao logo dos anos tem sido um time de chegada. Agora basta saber como será do desempenho nos playoffs mediante ao fraco desempenho do time em determinados jogos. Os torcedores já estão contando os dias para ver a estréia da equipe nessa fase decisiva.

Agora daqui pra frente perdeu está fora, e qualquer erro pode custar caro e ser fatal.

Por fim é isso, voltaremos em breve com mais novidades da NFL!

Comenta aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here