Após a estreia na Arábia Saudita, a Formula E agora monta acampamento na África. No próximo sábado, dia 12, os 22 carros estarão disputando o segundo ePrix da temporada 18/19, nas ruas de Marrakesh, no Marrocos.

Esta é a terceira vez em que os elétricos tomam parte nas ruas marroquinas. Aliás, o país tem nos últimos anos recebido eventos automobilísticos de porte, como o Mundial de Turismo (estimulados pela presença do piloto local Mehidi Bennani). Sem contar o longínquo GP de Fórmula 1 sediado em 1958, vencido por Stirling Moss.

O traçado de 2,99km, combina parte do traçado do Autódromo Internacional com algumas áreas do setor hoteleiro de Marrakesh, perto das seculares mesquitas. É um traçado rápido, com pelos menos 4 pontos de ultrapassagem. Por já ter sido utilizado, talvez seja onde tenhamos o real quadro de quanto o Gen2 evoluiu em relação a seu antecessor.

(fonte: fiaformulae.com)

Sem claros favoritos. Mas algumas pistas são possíveis

Por conta das novas variantes técnicas, não dá para cravar um favorito claro. Embora tenha se notado que a DS Techetaah tenha vindo forte demais e a BMW confirmou o bom andamento dos treinos de pré-temporada. Sem contar que muita gente espera uma melhora da Audi, que teve um desempenho muito discreto na Arábia. As cartas estão bem embaralhadas.

Se histórico ajudar, Sebastian Buemi sai na frente. O suíço venceu a corrida em 2016 e fez a pole position na temporada passada. A última corrida foi vencida por Felix Rosenqvist, então na Mahindra.

Rosenqvist comemorando a vitória em 2018 (fonte: fiaformulae.com)

Uma novidade para esta etapa é a estreia de Pascal Werhlein pela Mahindra. O alemão já havia sido confirmado anteriormente pelos indianos, mas não correu a primeira etapa por conta do acordo que tinha ainda vigente com a Mercedes. Contrato encerrado, carro ocupado.

Wehrlein: finalmente estreando pela Mahindra (fonte:Mahindra)

A transmissão será feita pela Fox Sports, com a qualificação sendo transmitida às 8:45h. Já a corrida ocorre às 12:00. Tudo ao vivo, com Téo José, Thiago Alves e Flávio Gomes.

E quem quiser entrar para votar no piloto favorito para o Fanboost, acesse o site oficial da categoria (fiaformulae.com) e dê seu voto! Ainda dá tempo!

Teremos testes pós-corrida!

E como na primeira etapa, teremos testes com novos pilotos no domingo após a corrida. Por fim todas as equipes tomarão parte, com novos pilotos. Para os brasileiros, chama a atenção a participação de Pietro Fittipaldi na Jaguar e, possivelmente, Felipe Nasr andando pela Dragon.

Embora tenha o rótulo de testar “novos pilotos”, a lista vai de ex-pilotos de Fórmula 1 (Sergey Sirotkin), jovens leões (de Vries, Juncadella, Marciello, Leclerc – irmão de Charles); mulheres (Calderón e Chadwick) até os protegidos de montadoras (Juncadella, Spengler, Wittmann Mardenborough).

Eis a lista completa:

Comenta aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here