Créditos – Wikipedia

Fake ou fake news. Esse termo é um dos mais comentados em todo o mundo, principalmente nesse Brasil eleitoral de 2018. Mas, calma leitor. Eu não estou aqui para falar de política.

Bem como, minha proposta é analisar as principais fakes da NFL, até o momento. Continuamente, estarei expondo minha opinião sobre aquelas franquias, as quais se depositaram grande expectativa em determinado momento, mas que vêm decepcionando até aqui.

Tennesse Titans

Os Titans são para mim, até o momento, a maior decepção da temporada.

Imediatamente, durante a offseason criava-se uma expectativa entre alguns especialistas e fãs do esporte, incluindo esse que vos escreve. Bem como, esperava-se que a franquia teria uma franca evolução em comparação ao o que foi o ano anterior.

Imaginava-se que com a saída de Mike Mularkey e a chegada de Mike Vrabel, Marcos Mariota finalmente teria as condições para exibir o seu melhor futebol americano.

No entanto, não estamos a ver um Marcos Mariota explosivo. Desde já, o mesmo, se vê ameaçado pelo fraco desempenho da OL, a pouca consistência do jogo corrido. Assim também, o QB se vê obrigado muitas vezes, em soltar o braço em bolas longas, que não são sua especialidade.

Tampa Bay Buccanears

Créditos – Buccs Nation

Simultaneamente, esta era basicamente uma fake anunciada. Nesse ínterim, os Buccs surpreenderam nas duas primeiras partidas da temporada. Juntamente com a liderança do “senhor backup”, Ryan Fitzpatrick, venceram Saints e Eagles.

Fitz chegou a ser considerado durante as duas primeiras semanas da temporada, o melhor QB da liga. Não é por menos. Bem como, o mesmo teve uma média de 404 jardas passadas nas duas primeiras semanas, com um total de 8 TD,S.

No entanto, o QB caiu de rendimento, assim como o restante da equipe. Perderam os últimos três jogos. E James Winston já substituiu Fitz como titular.

A equipe possui problemas em seu jogo corrido. Ao mesmo tempo, jogo a jogo, o QB é obrigado a passar muitas bolas. Conseqüentemente o ataque da equipe fica previsível.

O fim dos Patriots?

Créditos – clutchpoints.com

Se há uma coisa que aprendi acompanhando a NFL, é que não se pode subestimar a capacidade de Bill Bellichick e companhia. Antecipadamente, muitos imaginavam que os Patriots cairiam de rendimento, e que a era de domínio da equipe na conferencia e na divisão chegaria ao final.

Ao mesmo tempo, a própria franquia de New England ajudou na concretização desse argumento, durante as primeiras semanas. Bem como, apresentando problemas ofensivos, defensivos. Sendo que o próprio Brady estava a jogar mal.

No entanto, a equipe fechou o buraco no seu pass rusher. E jogadores importantes como  Dont’a Hightower, voltaram a jogar bem.

Ofensivamente falando, o jogo corrido tornou-se mais fluido, com Sony Michel finalmente se encaixando no esquema da equipe. Simultaneamente, reforçaram o corpo de recebedores, com o talentoso Josh Gordon, além de contarem com o retorno de Julian Edelman.

Enfim, aguardemos o restante da temporada. A NFL é cheia de narrativas maravilhosas. Será que as fakes de hoje, serão verdadeiras amanhã? Eu acho que não. Mas só o tempo dirá.

 

 

Comenta aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here