As japonesas conquistaram a medalha de bronze por um gol contra o Brasil

Norika Hagiwara afirmou que o Japão aprenderia com seus erros após perder nas semifinais femininas e não deixaria o torneio de mãos vazias.

Então ela saiu e marcou três gols para ajudar a provar seu ponto.

O Japão alcançou uma vantagem de cinco gols no primeiro tempo e completou a corrida pela medalha de bronze com uma vitória por 6 a 1 sobre o Brasil durante as Paraolimpíadas de Tóquio, no Maguari Messi, na tarde de sexta-feira.

Ego Kakehatta rolou a bola com dois gols iniciais e Haqiwara marcou em um par de pênaltis. Kokohata marcou seu terceiro gol pouco antes do intervalo para dar aos japoneses uma vantagem.

Kakehota foi um dos três jogadores restantes no time que conquistou a medalha de ouro nas Paraolimpíadas de Londres de 2012. A equipe também incluiu Ree Urada e Haruka Wakasuki, mas o trio não estava com o segundo cartão de ouro depois que o time permitiu oito gols contra a Turquia na quinta-feira.

Haqiwara ajudou a bloquear um gol no segundo tempo. Quando Victoria Amorim estava pronta para o lance – ela marcou pênalti no meio do período e foi forçada a ficar sozinha no gol – normalmente três jogadores defenderiam.

Hagiwara adivinhou corretamente e seguiu o som da bola para criar uma barreira que impediria os brasileiros de jogar.

Hagiwara então ultrapassou os brasileiros para dar ao Japão uma vantagem de 6-0.

O Brasil desembarcou no grupo com um gol atrasado, mas foi muito baixo para os sul-americanos.

Esta vitória pode ajudar a aliviar a dor de uma decisão decepcionante quando os japoneses perderam seu primeiro jogo nas oitavas de final nos Jogos Rio 2016.

Galeria de fotos (clique para ler)

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top