Bolsanaro, Brasil, isolado após assessor da ONU em teste positivo da ONU

O presidente brasileiro Jair Bolsanaro foi isolado na quarta-feira, um dia depois de voltar dos Estados Unidos para a Assembleia Geral da ONU, onde deu positivo para Covit-19, um membro de seu governo. Relatado pela Reuters.

Bolsanaro se gabou de sua condição de não vacinado e violou as regras da ONU quando compareceu à Assembleia Geral esta semana sem a vacina.

Segundo a Reuters, a agência reguladora de saúde brasileira, Anvisa, recomendou o isolamento de toda a delegação presidencial que se deslocou ao Legislativo.

O ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Guerrero, visitou nesta quarta-feira a Assembleia Geral da ONU em Nova York.

“Hoje, gostaria de informar a todos que testei positivo para # Covit19.Eu ficarei isolado no #EUA seguindo todos os protocolos de saúde”, disse Guerrero em uma tradução do tweet para o português.

Guerrero disse que usou máscara o tempo todo dentro do prédio onde a assembléia foi realizada. Ao contrário de Bolsanaro, Guerrero teria recebido pelo menos uma dose da vacina Covid-19. Acredita-se que o presidente brasileiro tenha sido apenas membro de sua comissão, pelo menos parcialmente vacinado.

O ministro da saúde teria apertado a mão do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, que já foi diagnosticado com Govt-19 e vacinado.

O porta-voz da ONU Stephen Dujarric disse que toda a delegação brasileira decidiu ficar isolada por quatorze dias.

“Aqui na ONU, exploramos a possível exposição a funcionários da ONU no Salão da Assembleia Geral e finalizamos o rastreamento de contato”, disse Dujarric. “Atualmente, nenhum contato próximo entre funcionários da ONU foi identificado.”

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top