Bolsas brasileiras despencaram para mínimas mundiais com Bolsonaro assustando os mercados

(Bloomberg) – As ações brasileiras se tornaram o pior desempenho do mundo até agora neste ano, pressionadas por uma combinação de desaceleração do crescimento, taxas mais altas e preocupações de que o presidente Jair Bolsonaro possa estar prestes a estourar as finanças do país.

Mais lidos da Bloomberg

O Ibovespa caiu quase 7% em moeda local desde janeiro, mais do que todos os índices de ações nacionais acompanhados pela Bloomberg. A queda eliminou cerca de 570 bilhões de riais (US $ 102,1 bilhões) do valor de mercado desde seu pico em junho.

As ações brasileiras caíram na terça-feira com relatos de que o governo do presidente Bolsonaro violará uma regra de gasto público máximo para financiar um novo programa social. O índice recuperou alguns de seus ganhos na quarta-feira, depois que o governo adiou o anúncio de gastos. No entanto, os investidores temem que o limite de gastos, visto como uma garantia da política fiscal, esteja em risco.

Leia mais: Mercados brasileiros despencam em meio a temores que a assistência social ajude a quebrar a base financeira

No início da quarta-feira, Bolsonaro disse que as regras fiscais do Brasil seriam respeitadas, mas não explicou como os gastos extras poderiam ser acomodados dentro do limite de gastos.

Apostas altistas

Os fundos domésticos cancelaram suas apostas otimistas sobre as ações locais nos últimos meses, à medida que as tensões políticas aumentavam e o governo lutava para resolver a crise orçamentária. Juros mais altos também pesam sobre as perspectivas, com o banco central elevando a Selic em 425 pontos-base desde março para controlar a inflação.

O índice Ibovespa, onde nomes vinculados a commodities como a mineradora Vale SA e a produtora de petróleo Petróleo Brasileiro SA têm peso significativo, está sendo negociado a 8,1 vezes o lucro futuro, bem abaixo da média de 10 anos de 11,8 vezes.

READ  Reféns amarrados a carros enquanto ladrões visam bancos no Brasil

Embora as ações brasileiras possam parecer excessivamente descontadas à primeira vista, um cenário macro mais desafiador pode levar os investidores a reduzir as estimativas de lucros no futuro, de acordo com a Wealth High Governance, uma firma de banco privado criada por ex-executivos do Credit Suisse.

O real brasileiro reduziu seus ganhos anteriores e subiu 0,2% às 17:36, horário local, ainda liderando perdas entre as principais moedas nesta semana.

(Atualizações para o fechamento do mercado.)

Mais lidos Bloomberg Businessweek

© 2021 Bloomberg LP

Swanhilda Müller

"Jogador. Introvertido. Solucionador de problemas. Criador. Pensador. Evangelista vitalício de alimentos. Defensor do álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top