O centroavante de 21 anos, sendo 10 de Beira-Rio, participou de todas as categorias de base. Colorado de coração, tem sua irmã também como jogadora. A mesma foi contratada neste ano para atuar no time feminino do Inter. Pedro tem três jogos com a camisa do Colorado, um gol marcado e mostra características essenciais para um centroavante. Sabe fazer o pivô, sabe escorar, mostra capacidade para sair da área e tabelar. Mas claro que é cedo para afirmar que o guri vai “vingar”, porém nos poucos minutos que recebeu, ficou evidente a superioridade em relação ao Trellez, que vem sendo titular nesse início de temporada. Na temporada passada o atacante fez 27 gols em 55 jogos, sendo o artilheiro absoluto do time B.

Pedro Lucas dono do segundo tento colorado contra o Juventude. Foto/Divulgação  Internacional
Pedro Lucas dono do segundo tento colorado contra o Juventude. Foto/Divulgação Internacional

Um espaço para Pedro Lucas, Inter

Tendo como característica a finalização, seja pelo alto, seja por baixo, foi lapidado durante os anos para chegar ao profissional. O comparativo que faço é ao começo de carreira do Leandro Damião, no qual teve um começo meteórico. Eles parecem um pouco, mas Pedro tem mais requinte, mais técnica que Damião e provavelmente os anos de base trouxeram isso a ele. Tal coisa que Damião não teve por praticamente ter ido da base direto para o profissional. Assim quem sabe Pedro Lucas seja a retomada da verdadeira utilização da base. Por fim,  tendo sucesso, o pensamento dos dirigentes e da comissão técnica fiquem mais claros em relação à utilização do celeiro de ases.

Comenta aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here