O tão sonhado hexa foi coroado na noite da ultima quarta feira, o Cruzeiro se tornou o rei de copas. Bom, pelo menos da Copa do Brasil, sendo agora o maior campeão da competição e conseguindo o feito único e histórico de vencer por duas vezes consecutivas. A equipe celeste fez uma bela campanha e não deu chances aos adversários. Mano Menezes é o treinador que fez essa história real, em seu modo de jogo ”retranqueiro”. Mesmo jogando de tal forma foi fatal, até mesmo por conta de seu elenco.

O Elenco e a tática

Foto: Cruzeiro Esporte Clube Instagram

Um dos fatores que fizeram deste título uma realidade, foi o fato da experiência em que este grupo obtém. Se pararmos para analisar, logo veremos que é estranho o modo tático em que a equipe joga, se encaixar no modo em como se comporta em campo. Mas talvez por isso seja considerado o rei de copas.

A equipe do Cruzeiro conta com um esquema de 4-5-1 sendo os dois zagueiros e os laterais nas posições normais. Mas oque chama atenção é o meio, composto por dois volantes, um meia de ligação a frente dos mesmos, e um jogador em cada ponta. Logo mais a frente, um centroavante. Se temos quatros jogadores postados a frente, seria esperado que o time tentasse pressionar a saída do time adversário para que a bola sobrasse mais tranquila quando chegasse ao meio/defesa. Mas não, o time marca atrás do meio de campo, e deixa o centroavante indo em cima dos zagueiros, assim, faz o time adversário subir com mais jogadores e deixar o seu próprio campo de defesa mais vulnerável.

Mas o fator experiência entra ai, quando a equipe rouba a bola o contra-ataque é fatal. O toque de bola é envolvente e com os quatros jogadores ofensivos tendo um bom chute, a equipe celeste raramente perde a oportunidade. E nesta Copa do Brasil, o rei da mesma não foi diferente. Sempre conseguindo bons resultados fora de casa, graças a esta tática usada pelo comandante celeste. Realmente é difícil de agradar os torcedores quando se tem um time postado de tal maneira dentro de campo. E vimos que a tática tem seu momento falho quando é a sua equipe que precisa do resultado, foi assim contra o Boca Juniors, apesar de todas as controvérsias.

Peças fundamentais da conquista

Foto: Cruzeiro Esporte Clube Instagram

O Cruzeiro, obteve jogadores que se destacaram durante toda a competição, e logo eu não poderia deixar de cita-los. Começando pelo sistema defensivo temos três nomes. Fábio é o primeiro deles, o paredão azul foi simplesmente fantástico durante toda a competição. Sendo herói contra a equipe do Santos nas quartas-de-finais. O ídolo da torcida, fez a defesa de 3 pênaltis consecutivos, feito raramente visto no mundo do futebol, e se temos o rei de copas, temos aqui o rei dos pênaltis. E claro com defesas importantes em outros jogos.

O segundo a ser citado mas não menos importante, o rei da zaga. Dedé é simplesmente um monstro no desarme. Tanto aéreo quanto terrestre, ele raramente perde viagem. Voltando de lesão esta temporada, o ”Mito” como é chamado carinhosamente pela torcida, já chegou até a ser convocado pelo técnico Tite da seleção brasileira. Não chegou a atuar na copa pois ainda era recente a sua volta de lesão. Mas contudo, foi se não o melhor, um dos melhores jogadores da competição.

O terceiro jogador a ser citado aqui é Léo. Simplesmente fantástico, quando Dedé não conseguia contribuir na jogada, o segundo zagueiro celeste estava lá. Sem brincadeira, tirava a bola, fosse pra lateral, ou um ”chutão” pra frente. Foi compacto em toda a competição e raramente falhou, logo um dos melhores jogadores juntamente de Dedé.

O quarto, mas não mais importante, De Arrascaeta. O uruguaio tem estrela e foi simplesmente brilhante, aparecendo mais uma vez, para decidir. Depois de uma viagem cansativa, cerca de 24 horas. O ”Carrascaeta” chegou a São Paulo para o segundo jogo da decisão. Mas não chegou de titular, Mano confiou a vaga a Rafinha que havia feito um bom jogo em Belo Horizonte. Mas logo que entrou fez questão de deixar a sua marca. Passe de Raniel, e ele sai frente à frente com o goleiro adversário, e com um toque sútil por cima faz o gol do título. Consagrando assim o Cruzeiro como rei de copas, e o primeiro time a ser hexa campeão da competição.

Cruzeiro – Hexa Campeão

Foto: Cruzeiro Esporte Clube Instagram

Bom, não podemos citar todos os jogadores, mesmo todos tendo uma participação única em contribuição com a conquista. Mas contudo, todos podem comemorar por fazer parte desta equipe brilhante, tanto tecnicamente quanto historicamente. O Cruzeiro se tornou o rei de copas e pode comemorar. É a primeira equipe brasileira a conseguir a vaga para a Libertadores 2019. E terá a chance de conquistar o tão sonhado Tri da América, que ficou pelo caminho neste ano. A equipe celeste agora foca no Campeonato Brasileiro e tentará subir na tabela para que não corra riscos. Parabéns ao Cruzeiro Esporte Clube.

Comenta aí:

2 COMENTÁRIOS

  1. Appreciating the time and effort you put into your blog and detailed information you offer. It’s good to come across a blog every once in a while that isn’t the same unwanted rehashed material. Great read! I’ve saved your site and I’m adding your RSS feeds to my Google account.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here