Jogo fácil? Não foi bem assim na 4ª rodada da La Liga para Real Sociedad e Barcelona. Os torcedores presentes no Estádio Anoeta, em San Sebastián, viram uma partida truncada e sem brilho dos líderes do campeonato. Os donos da casa começaram na frente, com um gol de Elustondo aos 12’. Já o Barça conseguiu se recuperar após o descanso e a mexida no time pelo técnico Ernesto Valverde. Suárez e Dembélé garantiram a vitória e o total de 12 pontos.

Desfalques …ou não

Os visitantes entraram em campo com Rafinha e Semedo de titulares, poupando Coutinho e Busquets. As feras deveriam estar 100% para o confronto contra o PSV Eindhoven na fase de grupos da Champions League. Mas, o comandante acabou colocando os dois na segunda etapa.

Enquanto isso, do outro lado do campo, o principal desfalque foi o brasileiro William José, machucado.

Erros, erros, e mais erros

O primeiro tempo pode ter sido o pior da temporada, até então, para a equipe catalã. A saída de bola era dificultada por uma marcação pesada dos atentos anfitriões. Suárez e Umtiti eram os mais presentes dentro de campo, buscando espaços na defesa adversária. Mas, infelizmente, os esforços foram sem sucesso. Aproveitando um cruzamento, Elustondo apareceu pelo lado direito da área para abrir a contagem para a Real Sociedad, 1 a 0, aos 11’.

E a coisa só piorou para o Barça. Após o gol, uma sucessão de erros e a falta de criatividade na criação das jogadas assombrou os torcedores. Nem mesmo Messi estava em seus dias brilhantes. Quem brilhou mesmo foi o goleiro da casa, Rulli, que não deu chance para os visitantes.

Teve até a presença do ‘VAR’ aos 40’. Em um cruzamento de Dembélé pela direita, em direção à Piqué, o zagueiro caiu na área e deixou o juizão em dúvida. Ao consultar o vídeo, o árbitro apenas assinalou o escanteio.

Milagre catalão

O Barcelona começou a segunda etapa mexendo no time. Ernesto Valverde colocou Coutinho no lugar de Semedo, que pouco apareceu no jogo, e Busquets em substituição a Rafinha, aos 12’. A volta do intervalo deixou os dois times emparelhados em matéria de tentativas e boas defesas, com destaque para Ter Stegen que salvou uma bola feroz de Juanmi.

Mas logo após o milagre do goleiro alemão, os visitantes ganharam um escanteio. E foi na sobra de Rulli que Suárez se aproveitou da confusão na área para empatar, 1 a 1. Não deu tempo nem de processar a informação. Em outro escanteio, o guarda redes da Real saiu mal e Dembélé acerta no fundo das redes, 1 a 2.

Com a virada, o Barça cresceu dentro de campo, principalmente com Messi, embora não tenha acertado nenhum chute. Felizmente, ou não, os culés conseguiram manter o resultado até o final, com a vitória por 2 a 1.

Cerimônia no País Basco

Homenagem Imagol – Foto: Reprodução/Twitter @RealSociedad

Antes da bola rolar no Estádio Anoeta, foi realizada uma homenagem ao atacante Imanol Agirretxe. O jogador anunciou sua aposentadoria no final de agosto, aos 31 anos, após 15 temporadas no clube. E, surpreendentemente, quem lhe entregou uma placa da Real Sociedad foi o atacante blaugrana, Lionel Messi.

Antes de se despedir, o homenageado se dirigiu à uma das áreas do campo para marcar seu último gol nas canchas do azul e branco.

Agora é pra valer!

Terça-feira, 18 de setembro, é dia de Champions League. Sendo um dos quatro representantes do Grupo B, o Barcelona se prepara para receber o PSV Eindhoven, da Holanda, no Camp Nou. O adversário deve ser o mais tranquilo para a equipe catalã, que ainda irá enfrentar a Internazionale e o Tottenham.

Mesmo assim, o técnico Ernesto Valverde deve dar uma injeção de ânimo e foco no time, que ainda não fez um jogo brilhante pela La Liga. Agora é pra valer!

Comenta aí:

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here