Dezenas de participantes do festival de música testam positivo para coronavírus

  • Autoridades de saúde rastrearam um total de 158 casos de coronavírus em dois festivais de música em julho.
  • Mesmo ao ar livre, a aglomeração de participantes bem próximos leva a uma alta exposição a aerossóis.
  • A cidade de Nova York exigirá prova de vacinação nos shows que começam em 13 de setembro.

Autoridades de saúde estão investigando recentes surtos de COVID-19 relacionados a dois festivais de música ao ar livre, enquanto a variante delta continua a se espalhar pelos Estados Unidos.

As autoridades rastrearam 96 caixas para o Faster Horses Festival em Brooklyn, Michigan, de 16 a 18 de julho, e 62 caixas para o Pendleton Whiskey Music Fest em Pendleton, Oregon, em 10 de julho, nenhum dos quais exigia que os participantes fossem vacinados. Eu mencionei a Rolling Stone.

O Diretor de Saúde Pública de Umatilla County, Oregon, Joe Fiumara disse à Rolling Stone que o rastreamento de contato confirmou que grande parte da transmissão ocorreu em uma área onde os fãs estavam próximos uns dos outros.

a O CDC atualizou sua orientação em 27 de julho, recomenda que as pessoas que foram totalmente vacinadas usem máscaras em espaços públicos fechados em áreas com alta ou alta transmissão de doenças.

“Se você estiver ao ar livre e estiver lotado de alguém, ficará muito mais perto de ser como um ambiente interno, onde tem maior exposição a aerossóis do que alguém que está a um pé, ou mesmo a centímetros de você”, aerosol o cientista Alex Hoffman disse à Rolling Stone.

Outros festivais de música optam por abordagens mais rígidas. Os organizadores do festival Sea Hear Now de Nova Jersey, programado para trazer Pearl Jam, Smashing Pumpkins, Patti Smith e Billy Idol ao Asbury Park nos dias 18 e 19 de setembro, exigirão que os participantes estejam totalmente vacinados contra COVID-19 ou produção de imagens negativas. resultado do teste, De acordo com NJ.com.

READ  O Oceano Ártico foi invadido por seu vizinho antes do que se pensava

A partir de 13 de setembro, os participantes do concerto na cidade de Nova York serão obrigados a fornecer comprovante de vacinação usando o novo aplicativo da cidade, o aplicativo Excelsior do estado ou um cartão de papel, O New York Times noticiou.

Annaliese Franke

"Analista. Adorável leitor ávido de bacon. Empreendedor. Escritor dedicado. Ninja do vinho premiado. Um leitor sutilmente cativante."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top