Ebury compra Brex para expandir pagamentos internacionais ao Brasil

A Ebury, uma provedora de serviços bancários corporativos apoiada pelo Banco Santander para PMEs que negociam internacionalmente, concordou em comprar o Bexs em uma tentativa de expandir seus pagamentos internacionais para o Brasil.

O acordo, sujeito à aprovação regulatória, expande as soluções internacionais de transferência de dinheiro da Ebury para empresas, incluindo Bexs Banco (câmbio) e Bexs Pay (pagamento). O Bex também ajudará empresas que vendem seus produtos online no Brasil, principalmente para marketplaces, aplicativos e empresas de software.

O Bex foi formado em 1989 como Didier Corradora de Cambio e em 2010 tornou-se um banco forex. Em 2012, introduziu sua tecnologia de comércio eletrônico transfronteiriço e tornou-se uma plataforma de API há quase quatro anos, permitindo que seus sistemas se integrassem diretamente com os principais sistemas. Players do mundo digital no Brasil e no exterior.

A tecnologia da empresa é que um pequeno e-commerce com sede na China pode vender pelo mercado brasileiro e receber dinheiro diretamente em dólares ou outra moeda estrangeira. Alternativamente, uma rede social pode usar o site para garantir uma compensação consistente aos influenciadores, um tipo de transação caracterizada por grandes quantias de micropagamentos com conversão de moeda.

O presidente da Ebury, Sérgio Rial, diz: “Bexs é mais ‘tecnologia’ do que ‘fin’, com a capacidade de combinar soluções globalmente escaláveis ​​com profundo conhecimento em regulação monetária. A aquisição da Ebury fornecerá acesso a portfólios de clientes em potencial. E o modelo de negócios para os pagamentos podem ser refletidos em outras geografias. As possibilidades de sinergia são quase ilimitadas.”

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back to top