Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid após a Copa do Mundo de 2018 deixando um enorme legado e empilhando taças no Santiago Bernabéu, conseguirá o Real Madrid manter o desempenho após a saída do craque português?

Pela camisa merengue CR7 disputou 438 jogos oficiais, marcando 450 gols e distribuindo 131 assistências. Uma média maior que 1 gol por jogo e deixou o clube como o maior artilheiro na história. Pela UEFA Champions League foram 4 títulos(3 de forma consecutiva),  conquistou 3 vezes o Mundial de Clubes, duas vezes a La Liga, Copa do Rei e Supercopa da UEFA.

15 Títulos e de quebra mais 4 Bolas de Ouros, uma verdadeira Lenda.

Cristiano Ronaldo e suas bolas de Ouro. Foto: Real Madrid CF

Sua saída para Juventus acarretou uma série de dúvidas no elenco espanhol, Cristiano Ronaldo é muito mais que um jogador de futebol, além da falta de seus gols o Real perdeu alguns pontos nas casas de apostas na disputa pela Champions League, perdeu um enorme lucro nas vendas de camisas e viu seus rivais ganharem mais confiança ao enfrentar o Real Madrid.

Um reflexo dessa saída foi a disputa da Supercopa da UEFA perdida para o seu rival municipal, o Atlético. Diego Simeone disse após a saída do Gajo que os clubes se equipararam em nível de elenco e de quebra viu o Barcelona dispararar como favorito para vencer a La Liga.

Muito especulado no Real Madrid após a saída de Cristiano, Hazard permaneceu no Chelsea e acabou frustrando os planos de conseguirem uma estrela para jogar no setor em que o português atuava. Apesar de alguns rumores sobre a perda de mais jogadores importantes, como Modric e Marcelo, eles acabaram permanecendo em Madrid.

A chegada de maior impacto se deu no gol, Courtois chegou do Chelsea para brigar com Keylor Navas pela posição. Acredito que quando menos se esperar Courtois vai ficar com a vaga embaixo das traves, Navas apesar da regularidade sempre levantou dúvidas a respeito de seu desempenho durante as ultimas temporadas.

Courtois, o melhor goleiro da copa do mundo, chegou como o principal reforço para a temporada. Foto: Real Madrid CF

No ataque a saída foi uma receita caseira, Gareth Bale assumiu o protagonismo como principal estrela no terço final do campo. O galês que muitas vezes era reserva com o técnico Zidane ganhou a vaga de titular com Lopetegui para jogar ao lado de Karim Benzema. Outro que vem ganhando destaque com técnico espanhol é o jovem Marco Asensio, com o ex-treinador ele era o décimo segundo jogador sempre entrando no decorrer dos jogos.

O principal reforço foi manter a base do time tricampeão, o meio-campo sempre foi o fator determinante para o sucesso do Real Madrid na Champions League. Casemiro, Kroos e Modric dão o equilibrio perfeito para municiar os jogadores do ataque e oferecem uma excelente sustentação defensiva para Marcelo subir e fazer o que sabe de melhor, apoiar o ataque.

Modric, Marcelo e Bale assumem o protagonismo após a saída de Cristiano Ronaldo. Foto: Reprodução/Instagram

E falando sobre o lateral brasileiro, que completou 30 anos em 2018, o vejo entrando para jogar no meio-campo com a chegada da idade. Sua técnica é indiscutivel e com a chegada da idade suas ações defensivas vão cair de rendimento por conta da intensidade colocada pelos adversários pelo lado esquerdo, justamente aproveitando o espaço deixado pelo seu grande apoio no setor ofensivo.

A zaga segue sem grandes mudanças, Varane se consolidou como um dos grandes defensores do mundo na Copa do Mundo e Sérgio Ramos dispensa comentários, é o capitão do time e assumiu as cobranças de penalidades após a saída de Cristiano. Agora o setor mais carente se da pela lateral direita, Carvajal não é uma unanimidade por ali e muitas vezes suas falhas acarretam em gols dos adversários apesar de sua regularidade, mas o Real não possui um reserva a altura e seu estepe é um zagueiro improvisado, Nacho Fernández.

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid como o melhor jogador que ja vestiu a camisa branca, mas apesar de sua saída o show não pode parar. O Real segue como um dos grandes favoritos para conquistar a Champions League, cabe a Lopetegui montar o quebra-cabeça que supra a ausência deixada pelo Gajo, imagino que o caminho central para o sucesso dos merengues na temporada está nos pés de Toni Kroos. O alemão possui uma média de passes certo absurda e seus lançamentos são feitos com extrema precisão, encaixar o jogo em volta de seus passes e lançamentos e aproveitando a velocidade de Asensio e Bale pode ser a chave para o sucesso na temporada.

A chave para o sucesso. Foto: Getty Images.

E o Real ja começou a temporada com tudo no Espanhol, 3 vitórias em 3 jogos com 10 gols marcados. A busca pelo tetra na Champions League também já está desenhado com Roma, CSKA MoscowViktoria Plzeň no grupo H.

Hala Madrid y nada más!

Comenta aí:

1 COMENTÁRIO

  1. It is perfect time to make some plans for the future and it’s time to be happy. I have read this post and if I could I desire to suggest you few interesting things or tips. Maybe you could write next articles referring to this article. I want to read more things about it!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here