FIFA lança ação disciplinar contra Brasil e Argentina

A FIFA confirmou que os clubes de futebol brasileiros e argentinos iniciaram ações disciplinares após as eliminatórias da Copa do Mundo de domingo.

A partida foi cancelada no Brasil quando oficiais, supostos líderes médicos brasileiros, entraram no estádio Nio Química, em São Paulo, minutos após o início da partida, para repreender os três argentinos da Inglaterra.

O jogo não foi reiniciado e a seleção argentina voou junta para Buenos Aires na noite de domingo. Os soldados foram acusados ​​de violar o protocolo COVID-19 do Brasil.

“Após a análise dos relatórios oficiais das partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo entre Brasil e Argentina, a FIFA pode confirmar que a ação disciplinar entre as duas federações-membro foi aberta”, disse o comunicado da FIFA.

“Ambas as equipes foram solicitadas a fornecer mais informações sobre os fatos que levaram à suspensão da partida, que serão coletadas e totalmente revisadas pelo comitê disciplinar da FIFA. As atualizações virão em tempo hábil.”

Giovanni Lo Celso do Tottenham e Christian Romero e Emiliano Martinez e Emiliano Puentia do Aston Villa foram acusados ​​pelo governo brasileiro de falsificar os formulários de imigração e violar as leis Covit-19.

Na segunda-feira, a Polícia Federal brasileira disse que havia iniciado uma investigação formal sobre as atividades dos soldados argentinos.

“Podemos confirmar que uma investigação foi lançada sobre um possível crime por fornecer informações falsas”, disse um porta-voz.

“Ontem, foi anunciado que os militares teriam que deixar o país. Isso é rotina e foram tirados depoimentos deles.”

(Foto: Getty Images)

READ  Cenário militar rola na capital brasileira antes de tenso referendo

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top