O Brasil relata mais de 28.000 novos casos Covid-19 – últimas atualizações

A infecção pelo vírus corona matou mais de 4,4 milhões de pessoas em todo o mundo e tem mais de 211,9 milhões de infecções. Aqui estão os desenvolvimentos relacionados ao vírus corona em 22 de agosto:

Trabalhadores desinfetam bancos no intervalo da segunda mão da partida das quartas de final da Copa Sul-Americana entre o Atlético Paranaense do Brasil e a Liga de Quito do Equador em 19 de agosto de 2021 no Estádio Arena da Pixoda em Guerrero, Brasil. (AFP)

Domingo, 22 de agosto de 2021

28.388 casos novos, 698 mortes no Brasil

Foram registrados 28.388 novos casos de vírus corona no Brasil nas últimas 24 horas, com 698 mortes por Covit-19, de acordo com o Ministério da Saúde.

O Brasil registrou mais de 20 milhões de casos desde o surto, enquanto o número oficial de mortos subiu para 574.209, segundo dados do ministério.

Nova Zelândia registra 21 casos locais

Houve 21 novos casos de Covid-19 relatados na Nova Zelândia, elevando o número total de infecções relacionadas ao surto social atual para 72, disseram autoridades de saúde.

Dos 21 novos casos, 20 estão na maior cidade, Auckland, e um na capital, Wellington.

A nação de 5,1 milhões do Pacífico permaneceu sob forte controle até a meia-noite de terça-feira, enquanto a erupção se espalhou para além das duas grandes cidades.

O México registrou 20.307 novos casos e 847 mortes

O Ministério da Saúde do México registrou 20.307 novos casos de Covid-19 e mais 847 mortes, elevando o número total de casos confirmados no país de 3.217.415 para a epidemia e de 252.927.

65 casos locais foram relatados em Victoria, Austrália

Victoria, o segundo estado mais populoso da Austrália, registrou 65 casos do vírus corona recentemente adquirido no período de 24 horas que antecedeu a noite de sábado, disseram autoridades de saúde.

O premiê vitoriano Dan Andrews estendeu no sábado o bloqueio da cidade de Melbourne em todo o estado, à medida que os casos se espalharam pelas regiões.

Oposição holandesa às restrições aos festivais de música

Centenas de artistas e organizadores de festivais fizeram manifestações em seis cidades holandesas para protestar contra a alegação de que os festivais de verão e outros eventos são restrições injustificadas.

O governo proibiu eventos de grande escala, como festivais, pelo menos até 19 de setembro, em meio a temores de que a variante delta altamente contagiosa do vírus corona pudesse se espalhar.

Eventos de um dia com um máximo de 750 visitantes são permitidos para aqueles com um processador Govt-19 vacinado, recentemente testado negativo ou curado que se recuperou nos últimos seis meses.

Os organizadores do protesto “Unmode S” de sábado apontam para eventos estrangeiros e o retorno de pessoas aos campos de futebol como evidência de que um grande número de pessoas se reunirá sem aumentar o número de infecções.

“Todas as cerimônias e eventos devem ser retomados em sua capacidade total a partir de 1º de setembro”, disseram os organizadores em um comunicado. “O governo não tem mais argumentos válidos para negar.”

Fonte: TRTWorld e Agentes

READ  Brasil registra 2.202 novas mortes de Covid-19 - últimas atualizações

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top