Sem Lebron James, os Cavaliers são uma grande incógnita essa temporada.

Após perder o maior jogador de sua história, a franquia de Ohio precisa se reerguer logo.

Assim que a bola subiu na pré-temporada, começou a nova vida da equipe do Cleveland.

Liderados por Kevin Love, de contrato renovado e com um bom núcleo jovem, a franquia pode surpreender.

No primeiro jogo da temporada, contra o Raptors, um time ainda em entrosamento foi visto, como resultado, uma derrota por 116 a 104.

FOTO: Veronica Henri/Toronto Sun/Postmedia Network

A princípio, o novo Franchise Player de Ohio, Love terá mais liberdade em quadra.

Como resultado, terminou com 21 pontos e 7 rebotes, tendo o auxilio do promissor Cedi Osman, que terminou com um duplo-duplo, ao marcar 17 pontos e 10 rebotes.

Apesar disso, ainda tem muito a ser feito. Mesmo o leste sendo mais fraco, se o Cavs pensa em playoffs, antes de mais nada, precisa render mais.

As transições defensivas ruins, além de um péssimo trabalho no garrafão devem ser os focos primeiramente.

Além disso, o trio que segurou a onda no primeiro tempo, Love, Osman e Hood, desapareceu no segundo, permitindo que o Raptors disparasse.

Ao mesmo tempo, algumas decisões recentes do time mostram que eles querem se manter competitivos.

Primeiramente, a renovação com Love. Em sequencia, Nance Jr comprometeu-se com o time.

Com o já garantido Thompson, o time montou a base. Atrelado a isso, o novato Sexton também soma.

Sexton, inclusive, chegou surpreendentemente com uma mentalidade vencedora e determinada, algo fundamental a essa nova fase.

FOTO: Divulgação

E sobra Zizic, uma boa reposição a Tristan, além de ter um enorme potencial.

FOTO: Divulgação

Hood, Sexton e Osman são as principais promessas do Cavaliers, e podem explodir nesta temporada.

Com  uma proposta de jogo definida, caso entrose, esse time pode ser um perigo. Hoje, prevejo seed #7. Aguardemos.

 

Comenta aí:

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here