O técnico do Detroit Lions, Dan Campbell, sente o calor após o corte de Don Muhlbach

Allen Park, Michigan – As marcas X e O no futebol são fáceis para o técnico do primeiro ano do Detroit Lions, Dan Campbell, mas como um ex-jogador, às vezes ele pode usar o coração na manga.

Um desses momentos aconteceu na terça-feira, quando ele teve que entregar a dura notícia de que o Lions estava lançando o veterano Long Snapper Don Mohlbach Em seu quadragésimo aniversário.

Campbell ouviu as críticas que se seguiram ao acordo, mas ela também sabia que isso vinha junto com o trabalho, apesar de tentar manter uma abordagem gentil – especialmente ao lidar com a mídia.

“Sem dúvida”, disse Campbell, “não há como colorir isso.” Essa é a melhor maneira de dizer, e eu odeio. Não havia nenhuma maneira de contornar isso, sério. Sim, você poderia dizer lá, mas no final é tudo culpa minha. Minha culpa.

Mohlbach foi ex-companheiro de equipe de Campbell durante sua gestão como jogador com o Lions de 2006 a 2008. Duas vezes profissional, Mohlbach passou 17 temporadas com a franquia e foi capitão da equipe três vezes.

17 anos com a equipe é o segundo na história do Lions, depois de Jason Hanson, de 21 anos.

“É desagradável”, disse Campbell.

Ao tomar esse tipo de decisão que envolve sentimentos de cortes de escalação, Campbell diz que baseou sua experiência em Miami, onde foi técnico interino em 2015. Os Dolphins tinham 1-3 antes de Campbell assumir, mas ele os ajudou a ir de 5-7 para terminar o ano, incluindo uma vitória sobre o New England Patriots no final da temporada.

“Olha, eu tive sorte de ter – estive fora por 12 semanas em Miami. Então eu realmente tive um gostinho disso durante a época mais difícil do ano, que é a temporada”, disse Campbell, descrevendo meu coaching paixões. “Eu meio que sabia um pouco sobre o que estava acontecendo. Agora, o que eu nunca tive que me preocupar foi necessariamente com o que estava acontecendo e o que tinha que acontecer alguns dias atrás, quando você tinha que começar a deixar os jogadores irem que deram seu coração e alma a tudo.

READ  Minha escolha de rejeitar a vacina COVID

“Isso é difícil. Para mim, às vezes posso levar as coisas para o lado pessoal, para ser honesto com você … Eu sei quando você vê esses caras que estão literalmente dando tudo de si e você tem que deixá-los ir ou tem que fazer essas decisões, é difícil. É difícil. Realmente difícil porque eu as aprecio, mas é o que é. “

Anselma Waltz

"O pesquisador irrecuperável do Twitter. Um advogado amador de mídia social. Especialista em música premiado. Tornou-se um viciado. Facilmente letárgico."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top