Polícia brasileira solta Boca Juniors após briga no estádio

Rio de Janeiro (AFP) – Os jogadores do Boca Juniors da Argentina passaram a noite em um ônibus em frente a uma delegacia de polícia brasileira antes de serem autorizados a partir na quarta-feira após uma briga com a segurança após perder na disputa de pênaltis da Copa Libertadores para o Atlético Mineiro.

A polícia da cidade de Belo Horizonte disse ter interrogado seis membros da delegação argentina, dois dos quais foram multados em 3.000 reais (US $ 575) por danos. Os outros quatro foram acusados ​​de lesão corporal e desacato e devem comparecer ao tribunal mais tarde.

A polícia não divulgou os nomes dos suspeitos e acusados.


A luta estourou quando os jogadores do Boca Juniors voltaram ao vestiário após o jogo de terça à noite. Imagens de vídeo mostraram membros da equipe dando socos e cercas manuais contra o pessoal de segurança. A equipe parece ter ficado furiosa com um gol que foi bloqueado por uma vídeo chamada de impedimento.

O clube brasileiro disse no Twitter que os jogadores do Boca também tentaram invadir seus vestiários, destruindo bebedouros e a cerca.

A delegação do Boca deveria retornar à Argentina na mesma noite, informou o site de notícias G1, mas o ônibus da equipe foi levado para a delegacia.

O ônibus finalmente teve permissão para sair da delegacia por volta do meio-dia, horário local.

Swanhilda Müller

"Jogador. Introvertido. Solucionador de problemas. Criador. Pensador. Evangelista vitalício de alimentos. Defensor do álcool."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top