Elimine a parte dos Diamondbacks com os treinadores Darnell Coles e Eric Hensky

17h05: O gerente geral Mike Hazen reiterou a crença da organização em Lovullo, dizendo a Bob Nightingale do USA Today (Link do Twitter) ele é “Ainda assim (sentindo) Tori é a pessoa certa para liderar esses caras e corrigir este navio e nos levar de volta para onde precisamos ir.

4:13 pm: Os Diamondbacks anunciaram esta tarde que se separaram do técnico Darnell Coles e do técnico assistente Eric Hensky. Para substituí-los, o clube promoveu Rick Short, que estava batendo treinador com sua subsidiária da Renault, Triple-A, e gerenciou o coordenador de produção Drew Hedman. Short e Hedman servirão como treinadores conjuntos.

Coles e Hinske são definidos durante a temporada 2018-2019. Em cada uma das mais de duas temporadas desde então, o zagueiro D realizou um ataque abaixo da média. Obviamente, é difícil saber o quanto a culpa é da equipe técnica em relação aos jogadores, mas está claro que a organização decidiu que era hora de trazer duas novas vozes.

Dado o quão desastrosa esta temporada tem sido, não é difícil ver por que o clube mudaria as coisas. O Diamondbacks tem o pior recorde da liga de 20-43, e eles estão atualmente no meio de uma seqüência de 19 derrotas consecutivas, uma marca de três jogos em todos os tempos. A escalação não era a única razão para esse nível de absurdo, mas também não era um ponto forte. Os rebatedores Diamondbacks têm uma barra cumulativa de 0,238 / 0,312 / 0,394, excluindo os arremessadores. 94 saída wRC + apenas os coloca vinte segundos Entre os 30 clubes da liga no ataque à modificação do gramado.

Short, que fez onze aparições na MLB League como jogador do Campeonato Nacional de 2005, passou a última década na organização do Arizona como olheiro e técnico da liga secundária. Hedman, que já havia treinado no nível amador, foi contratado pela D-Backs como olheiro em 2018. Foi promovido a coordenador de produção no ano seguinte. David Laurella da FanGraphs checar A rápida ascensão de Hedman em abril passado.

READ  A diferença entre as assinaturas de Adam Kohn e Tim Tebow

A demissão de Coles e Hensky só aumentará as especulações sobre o futuro do empresário Tore Lovulue. O capitão do quinto ano está no último ano de seu contrato atual, e as performances horríveis do time nas últimas duas temporadas levaram alguns fãs a sugerir que o emprego de Lovolo pode estar em risco. O front office continuou a mantê-lo, com o CEO Derek Hall dizendo aos repórteres no mês passado que Lovolo “não é um problema” com a organização (Via Nick Bikoro da Arizona Republic) No entanto, o declínio acentuado da equipe aumentou desde então.

Anselma Waltz

"O pesquisador irrecuperável do Twitter. Um advogado amador de mídia social. Especialista em música premiado. Tornou-se um viciado. Facilmente letárgico."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top