Brasil corre para aprovar reforma tributária antes das eleições presidenciais

O governo do presidente Jair Bolzano está correndo para aprovar uma revisão de longo prazo do código tributário brasileiro antes da eleição presidencial do próximo ano, tentando manter pelo menos parte de sua agenda favorável ao mercado à tona em meio à crise financeira e econômica imposta pela epidemia.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, devem se reunir na quarta-feira para discutir uma estratégia conjunta para lidar com o plano, que pode ser dividido em projetos diferentes, que começarão a chegar a todas as casas para agilizar o debate.

A reforma do sistema tributário bizantino do Brasil – com mais de 5.000 leis e milhares de taxas diferentes – eliminou pelo menos quatro presidentes nas últimas três décadas, alterando os interesses de muitos setores empresariais e governos estaduais. Ao contrário de muitos outros Países que buscam equilibrar seus orçamentos após a epidemia, o Brasil não quer mais aumentar impostos, mas sim afrouxar seu índice para eliminar brechas e melhorar o ambiente de negócios.

Leia mais: O massivo código tributário brasileiro pode enfrentar o momento do cálculo

Se aprovada, a reforma pode se tornar uma das últimas grandes conquistas do ministro da Economia, Paulo Quitos. O economista, que estudou na Universidade de Chicago, assumiu o controle da maior economia da América Latina em 2019, buscando implementar o ambicioso plano de privatização e desregulamentação com cortes de impostos e gastos. Mas, após a aprovação de uma importante reforma previdenciária, a maioria de seus planos foram deixados em segundo plano, enquanto o governo tenta salvar uma economia atingida por uma epidemia.

O ministro está pressionando por uma reforma do setor público e uma legislação que permita o uso de eletricidade, eletroprocessamento e a privatização dos serviços postais.

READ  Fabricante brasileiro em crescimento no condado de Waikoloa | Notícias

Cinco capítulos

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top