Buzzer de startups brasileiras arrecada US $ 138 milhões com LGT, Softbank e outros

SÃO PAULO (Reuters) – A startup brasileira de ônibus intermunicipais levantou INR 700 milhões (US $ 138 milhões) da LGD Lightrock, Softbank, Monachis e outras firmas de capital de risco para financiar novos serviços que objetivam uma expansão dez vezes maior no próximo ano.

O aplicativo de viagens, que agora atende a quase 4 milhões de usuários, tem como objetivo modernizar o transporte terrestre no Brasil, onde cerca de 300 milhões de passagens de ônibus foram vendidas em 2019, de acordo com a Wheeler Capital.

O novo capital ajudará a financiar um investimento de US $ 1 bilhão nos próximos dois anos, incluindo um mercado para expansão de cargas, transporte urbano e empresas de ônibus tradicionais.

A startup disse que reservou 200 milhões de rúpias para seus parceiros financiarem novos ônibus e 400 milhões de rúpias para abrir novos locais em todo o país.

“Com essa contribuição, continuaremos aumentando o número de viajantes, viagens e parcerias, nos preparamos para o passeio e ele voltará”, disse em nota Marcelo Afrita, cofundador e CEO da Buser.

Embora a infecção pelo vírus corona continue a grassar no Brasil, que ceifou mais de 475.000 vidas, as companhias aéreas e as agências de viagens estão se preparando para se recuperar, já que as vacinações devem se acelerar ainda este ano.

($ 1 = 5.0692 arroz)

Relatório Alberto Allergy Jr.; Escrito por Jimin Kong; Editado por Brad Haynes e Richard Song

READ  Socorristas brasileiras JPS e PRF relatam mercado imobiliário sufocado pelos custos de alimentação

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back to top