Connect with us

Top News

Investigadores brasileiros do COVID pedem adiamento da Copa América | Notícias de infecção por vírus Corona

Published

on

Equipe da Comissão do Senado sobre a recente realização de uma partida de futebol no Brasil em meio a epidemias de COVID-19.

Funcionários do inquérito do Senado Brasileiro sobre a forma como o país está lidando com a pandemia COVID-19 pediram o adiamento do torneio de futebol da Copa América, citando taxas de vacinação mais baixas e os riscos de propagação do vírus.

Em uma carta para o time de futebol do país no domingo, funcionários da Comissão do Senado disseram que apenas 10,77 por cento das pessoas em todo o Brasil haviam sido vacinadas contra o vírus corona até sexta-feira.

A Comissão do Senado começou sua investigação sobre o tratamento do presidente de extrema direita Jair Bolzano por uma epidemia que matou mais de 472.000 pessoas em toda a América do Sul, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

“O Brasil não oferece assistência à saúde para receber esse nível de competição internacional. Ao contrário da realidade em que vivem os brasileiros, isso não só espalha uma falsa sensação de segurança e normalidade, mas também promove a integração das pessoas e abre um péssimo precedente”, disse a equipe. em sua carta.

“Não somos contra a Copa América no Brasil ou em qualquer outro lugar. Mas esperamos que o torneio possa esperar até que o país esteja pronto para recebê-lo. ”

Os funcionários são os últimos a levantar preocupações sobre os planos de sediar uma competição internacional no Brasil, já que as taxas de vacinação são baixas e especialistas em saúde pública alertam sobre novas infecções de saúde.

A Copa América foi inesperadamente selecionada pela federação sul-americana de futebol CONMEBOL na semana passada, forçando a Colômbia a recuar devido à persistente agitação social, enquanto a co-anfitriã Argentina foi rejeitada em meio a taxas de infecção do vírus corona.

READ  Eletropras do Brasil traz de volta ex-CEO e escolhe novo presidente

“Cabe a mim, todos os ministros, incluindo o ministro da Saúde, decidir”, disse Bolsonaro, um suspeito do COVID-19 que rejeitou os pedidos de medidas de saúde pública, como bloqueio para prevenir a propagação do vírus.

Mas com alguns jogadores e treinadores levantando preocupações, questões continuam a ser levantadas sobre se o torneio irá progredir.

Na quarta-feira, o técnico da Argentina, Lionel Scaloni, disse: “O Brasil não é o melhor lugar”, enquanto o técnico uruguaio do Chile, Martin Lazarde, descreveu a decisão de jogar no Brasil como “um grande, grande risco”.

A Liga Mundial (WLF), que representa mais de 40 ligas profissionais e seus clubes, disse em uma carta à FIFA e à Associação Sul-americana de Futebol (CONMEBOL) no sábado que permitiria que jogadores sul-americanos evitassem jogar. Na partida.

Um anti-banner diz: ‘Não precisamos do arquivo, precisamos da vacina! Fora Bolzano ‘fora do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil em 2 de junho [Pilar Olivares/Reuters]

No entanto, a Argentina anunciou no domingo que participará do torneio, que vai de 13 de junho a 10 de julho.

A Argentina “confirma seu papel na Copa América, o que se reflete em suas proezas esportivas ao longo da história”, disse a Federação de Futebol do país (AFA) em um comunicado.

A AFA acrescentou que fornecerá “todas as ferramentas necessárias para garantir cuidados específicos” necessários para cumprir os regulamentos de saúde durante a Copa.

Enquanto isso, reportagens da mídia brasileira esta semana disseram que, embora o país esteja ocupado jogando para se classificar para a Copa do Mundo do próximo ano, os jogadores do país não querem jogar partidas organizadas às pressas.

A equipe vai divulgar um comunicado na terça-feira se deseja competir na Copa América, disse o capitão Carlos Casimiro.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top News

Lula diz que comportamento de Israel não é comparável ao Holocausto

Published

on

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que não usou a palavra “Holocausto” em seus comentários sobre Israel e posteriormente foi banido do país, disse Lula durante entrevista ao brasileiro. RedTV Essa terça-feira.

“Em primeiro lugar, não disse a palavra massacre, essa é a interpretação do primeiro-ministro de Israel, não é a minha”, disse o presidente.

Lula disse acreditar que Israel é culpado de genocídio contra civis de Gaza, acrescentando que não esperava que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, entendesse sua declaração original.

“Não espero que o governo israelense entenda. Eu sei (Netanyahu), eu sei o que ele pensa ideologicamente”, disse Lula antes de repetir que descreveu o esforço de guerra de Israel contra o grupo terrorista Hamas como “uma guerra entre um exército altamente preparado e mulheres e crianças”.

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, fala durante uma celebração que marca o 43º aniversário da fundação do Partido dos Trabalhadores, em 13 de fevereiro de 2023, em Brasília, Brasil. (Crédito: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente brasileiro, que já expressou a causa palestina diversas vezes em sua carreira política, também questionou o número de membros do Hamas dados como mortos por Israel – Israel está matando mais civis do que gostaria de admitir.

“Quantas pessoas do Hamas morreram? Você inventa algumas mentiras e começa a agir como se fossem verdade”, disse Lula.

Os comentários de Lula provocaram indignação no país e no exterior

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, comparou a guerra de Israel contra o Hamas a Adolf Hitler e ao massacre nazista de judeus, quando falou a repórteres em Adis Abeba, Etiópia, no início deste mês.

“Não houve outro momento histórico em que o que estava acontecendo com o povo palestino na Faixa de Gaza… na verdade, foi quando Hitler decidiu matar os judeus”, disse Lula em um comunicado que proibiu Lula de entrar em Israel até a declaração. foi retirado.

READ  Eletropras do Brasil traz de volta ex-CEO e escolhe novo presidente

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu chamou os comentários de Lula de “vergonhosos e graves” e disse que eram “uma tentativa de banalizar o Holocausto e prejudicar o povo judeu e o direito de Israel à autodefesa”.

No dia seguinte, o ministro das Relações Exteriores, Israel Katz, convocou o embaixador do Brasil, Frederico Meyer, para uma reprimenda – não no Itamaraty, como de costume, mas no museu do Holocausto Yad Vashem – dizendo que Israel “não pode esquecer nem perdoar”. ”Comentários de Lula.

A CNN Brasil Uma pesquisa realizada na segunda-feira descobriu que oito em cada 10 brasileiros – ou 83% dos entrevistados – discordaram da comparação de Lula.

Uma pesquisa da CNN Brasil descobriu que 57% dos 800 entrevistados consideraram Israel do lado certo do conflito, enquanto 28% ficaram do lado do Hamas. Além disso, 26% disseram que o Brasil deveria apoiar Israel na guerra, outros 14% disseram que os palestinos e 54% disseram que o país deveria permanecer neutro – algo que o governo Lula não fez. Nos primeiros dois meses após a guerra, o apoio a Israel, evidente em várias sondagens, variou entre 70% e 80%.

Kady Zike e Herb Keinon contribuíram para este relatório.

Continue Reading

Top News

Jair Bolsonaro está sendo julgado no Brasil por supostamente assediar uma baleia em São Paulo.

Published

on

Jair Bolsonaro está sendo julgado no Brasil por supostamente assediar uma baleia em São Paulo.

RIO DE JANEIRO (AP) – O ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro está sendo julgado depois de supostamente “assediar” uma baleia jubarte enquanto pilotava uma embarcação particular na costa de São Paulo no ano passado.

Bolsonaro compareceu na terça-feira à Polícia Federal em São Paulo para se reunir com autoridades com seu advogado e ex-assessor, que estava presente no momento do incidente.

O julgamento é uma das muitas dores de cabeça jurídicas que o ex-líder de extrema direita enfrenta. Desde que deixou o cargo, há um ano, Bolsonaro está proibido de concorrer ao cargo até 2030. Conspiração O seu sucessor deveria ser afastado do poder e o seu passaporte confiscado.

Num vídeo que circulou nas redes sociais em junho de 2023, um homem parece estar navegando em um canal privado perto de uma baleia, gravando o encontro em um celular. Os promotores federais que investigam o caso acreditam que o homem seja Bolsonaro.

Pela lei brasileira, as embarcações motorizadas devem manter uma distância de pelo menos 100 metros das baleias e outros cetáceos. Qualquer tentativa de relação sexual intencional é punível com dois a cinco anos de prisão e multa.

O homem na embarcação parecia estar a cerca de 15 metros de distância do animal, disseram os promotores no ano passado.

Para Bolsonaro Cave grandeO caso é mais um exemplo de perseguição política do seu antigo líder – um argumento que ele tem defendido com frequência desde que deixou o cargo.

Na semana passada, autoridades da capital, Brasília, perguntou Bolsonaro Seu sucessor, Luís Inácio Lula da Silva, teria tramado um complô para derrubá-lo. Bolsonaro, cujo passaporte foi apreendido numa operação policial anterior, decidiu permanecer calado.

READ  Lula diz que comportamento de Israel não é comparável ao Holocausto

Documentos do Supremo Tribunal mostram que Bolsonaro e alguns dos seus assessores, incluindo ex-ministros e altos conselheiros militares, prepararam um decreto declarando fraudulenta a votação eleitoral de 2022.

A ordem prevê a prisão do juiz do Supremo Tribunal e novas eleições. Bolsonaro perdeu, mas o decreto nunca foi emitido e o suposto plano nunca foi implementado.

Um painel de juízes considerou Bolsonaro inelegível para ocupar o cargo até 2030, dizendo que ele abusou do seu poder e levantou dúvidas infundadas sobre o sistema de votação eletrónica do país.

No ano passado, Bolsonaro, sua esposa e assessores próximos tiveram que enfrentar perguntas de investigadores em outro caso. Tentativa de penetrar em joias com diamantes A venda incluiu dois relógios de luxo avaliados em US$ 3 milhões e recebidos como presentes da Arábia Saudita durante o mandato de Bolsonaro.

A polícia também investiga a agência de inteligência do país por supostamente espionar adversários políticos de Bolsonaro durante seu mandato, que termina em dezembro de 2022.

Bolsonaro negou qualquer irregularidade.

Se a polícia provar que Bolsonaro se aproximou intencionalmente da baleia, especialistas jurídicos dizem que ele poderá enfrentar a pena máxima. De acordo com o site de notícias online G1, um político local foi considerado culpado de acusação semelhante e multado em 2.500 rais (pouco mais de US$ 500) no mesmo local.

Continue Reading

Top News

NAI fez parceria com Parent para distribuir CarnoSyn no Brasil

Published

on

NAI fez parceria com Parent para distribuir CarnoSyn no Brasil

“Essa nova parceria ilustra nossa confiança no mercado brasileiro e nos Pais, [which] “Isso dará a mais empresas e marcas acesso à beta-alanina carnosina mais segura e pesquisada disponível no mundo”, compartilhou Aaron Starr, vice-presidente da Carnosine Brands.

“Acreditamos que sua experiência e conhecimento nos ajudarão a crescer e desenvolver as marcas CarnoSyn nesta região. Barentz tem trabalhado incansavelmente para aumentar a conscientização sobre marcas de nutrição esportiva e produtos de ciências biológicas no Brasil e na América do Sul há décadas. Esperamos uma relação comercial mutuamente benéfica.

Benefícios

A Documento de posição de 2015 do ISSNDe acordo com o painel de especialistas, a suplementação de beta-alanina em doses adequadas e suficientes (4 a 6 gramas por dia e durante 4 semanas) pode aumentar a concentração e o desempenho de carnosina, especialmente para atividades curtas e intensas de quatro minutos ou menos. Este ingrediente pode beneficiar os consumidores mais velhos, reduzindo a fadiga neuromuscular.

Um novo acordo de distribuição com a Barentz permitirá que marcas brasileiras desenvolvam CarnoSyn com beta-alanina.

Moses Benzaquen, Diretor Presidente da Barentz no Brasil, disse: “Como líder de mercado em distribuição, continuamos seguindo as melhores opções globais e a CarnoSyn se diferencia por meio de estudos clínicos proprietários, garantindo eficácia e qualidade.

“Com o crescente mercado de nutrição esportiva no Brasil, a beta-alanina não apenas atende às necessidades dos atletas, mas também repercute nos consumidores que buscam um estilo de vida saudável. Estamos confiantes no sucesso de nossa parceria com a CarnoSyn Brands.”

READ  Eletropras do Brasil traz de volta ex-CEO e escolhe novo presidente
Continue Reading

Trending

Copyright © 2023