90Goals.com.br

Encontre as últimas notícias do mundo em todos os cantos do globo

O prefeito de São Paulo, Bruno Kovas, morre de câncer 41

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morreu de câncer depois de dois anos. Ele tem 41 anos.

Kovas morreu no domingo no hospital Sirio Leibniz, de acordo com um relatório médico. Ele estava em tratamento desde 2019, quando já foi diagnosticado um tumor entre o esôfago e o estômago que se espalhou para o fígado. Em fevereiro, os médicos disseram que havia novas evidências da doença. Ele ConcordarEm 2 de maio, ele foi para o hospital quando foi anunciado que tiraria 30 dias de folga Solte.

Kovas é prefeito da maior cidade da América do Sul desde 2018, quando João Toria deixou o cargo para se candidatar a governador, acrescentando seu vice ao cargo mais alto. Kovas derrotou o candidato esquerdista Guilherme Paulus no final de 2020 com quase 60% dos votos para um mandato de quatro anos.

Muitos legisladores, políticos e Ex-presidentes Condolências foram expressas no Twitter na manhã de domingo. “Sua depressão nos inspira e seu trabalho nos motiva”, disse Toria em uma nota.

Os centristas conquistaram as maiores cidades brasileiras em retirada para Bolzano

Com a morte de Kovas, será prefeito seu deputado Ricardo Nunes, 53, membro do partido central deputado MDP. Advogado e empresário, foi vereador antes da eleição de 2020 e é desconhecido até mesmo pelos paulistanos. Nunes disse que seguiria as diretrizes de Goaz e não planeja substituir nenhuma figura importante agora. Entrevista de domingo para a Folha de Chão Paulo.

“Ele tinha qualidades para se tornar presidente do Brasil em alguns anos”, disse Kyo McGale, que atuou em Goa. Ele é Secretário de Finanças e agora Economista-chefe da XP Inc. McGale descreveu seu antigo empregador como prático, um bom gerente e focado no trabalho.

READ  Brasil anuncia vacina estendida Covit-19 para o público em geral

Começo cedo

Kovas começou cedo na política, tornando-se secretário da ala jovem de seu PSDB aos 17 anos. O neto de Mário Covas, senador que também foi governador do estado nos anos 1990, acrescentou orgulho ao avô por ensinar o amor e trabalhar para melhorar a democracia e a vida das pessoas. Estudou economia e direito na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e na Universidade de São Paulo, respectivamente, e antes de se tornar prefeito foi assessor do deputado estadual, deputado federal, líder partidário, secretário do Meio Ambiente e governador Geraldo Alkmin.

Como prefeito da cidade mais populosa e centro financeiro do Brasil, Kovas passou a maior parte do ano passado Combate a infecção pelo vírus corona. Com uma população de mais de 12 milhões, a cidade se tornou um foco de infecções e mortes, forçando as autoridades a abrirem novos. Leitos hospitalares e imposição Regras de distância social.

A cidade de São Paulo vai adiantar o feriado para trazer o Govt-19

Arzu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top