O BOTAFOGO está em Belo Horizonte para enfrentar, nesta quinta-feira, 29 de junho, às 19:30, o Atlético Mineiro pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, no Estádio Independência.

Do lado Carioca, Jair Ventura deve pôr em campo a seguinte formação: Gatito Fernandez, Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabello, Victor Luís, Rodrigo Lindoso, João Paulo, Bruno Silva, Camilo, Rodrigo Pimpão e Roger.

Roger terá nova chance de ser algoz de sua vítima mais frequente.
Foto: Twitter @BotafogoOficial

Não há para o técnico Botafoguense um vasto leque de opções ofensivas, como dispõe o adversário Roger Machado, que tem entre suas armas para atacar: Cazares, Fred, Luan, Otero, Rafael Moura, e Robinho.

Os Alvinegros vem de resultados opostos na última rodada pelo Brasileirão. O Galo venceu a Chapecoense fora de casa. Enquanto o Bota foi derrotado no seu Estádio Olímpico Nilton Santos pelo Avaí.

Apesar de a agremiação de Minas Gerais viver um período mais vencedor nos últimos anos, de 2007 para cá, o retrospecto em confrontos eliminatórios diretos é absolutamente favorável ao Fogão. Foram 5 classificações do Glorioso sobre o desafiante desta noite em 5 duelos: pela mesma Copa do Brasil em 2007, 2008, e 2013 (esta última em pleno Horto frente ao então Campeão da Libertadores); e pela Copa Sul-americana nas edições de 2008 e 2011.

Imagem: Twitter @BotafogoOficial

É inevitável recordar que encontros do clube de General Severiano com o artilheiro oponente Fred normalmente não trazem felicidades aos adeptos da Estrela Solitária. Contudo, hoje eles contarão com dois fatores que se contrapõem a isso. Um deles é a presença de Carli. Nas duas vezes em que se defrontou com o camisa 9 da seleção da CBF no fiasco de 2014, o zagueiro argentino anulou o centroavante, que ainda atuava pelo Fluminense. Foram duas vitórias Alvinegras em cima do rival tricolor no Campeonato Estadual de 2016 (2×0 e 1×0). E nenhum gol marcado pelo atacante, nem pela equipe que ele defendia. E o outro ingrediente que pode pesar a favor dos visitantes, é a tendência de Roger anotar gols diante dos atleticanos. Eles são a vítima predileta do pai de Giulia. Contra os mandantes desta quinta-feira, Roger já ensacou 8 bolas nas redes.

Com Carli em campo, Fred passou em branco.
Foto: Twitter @BotafogoOficial

O trio de arbitragem incumbido de conduzir o jogo é todo formado por integrantes do quadro da FIFA. Quem apita o jogo é Dewson Fernando Freitas da Silva – PA, assistido por Kleber Lucio Gil – SC, e Bruno Boschilia – PR. O quarto árbitro será Igor Junio Benevenuto – MG.

Depois de uma quarta-feira em que ninguém triunfou fora de casa, cabe ao BOTAFOGO mudar a história dessa fase da Copa do Brasil. Vamos, FOGÃO!

Comenta aí:
Share on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on Twitter15Buffer this page