Brasil supera a Venezuela afetada pelo COVID quando a polêmica Copa América abre

Os anfitriões do último minuto reservaram um Govt-19-Venezuela no Brasil e começaram com sucesso na defesa do título da Copa América em Brasília.

O campeão, que venceu por 3 a 0 em um confronto do Grupo B contra um time que havia sido destruído por testes positivos do vírus corona na véspera da partida, pousou no palco do Brasil apesar do clamor público e das preocupações do COVID-19.

Na outra partida da primeira jornada do evento, a Colômbia também estreou na vitória ao vencer o Equador por 1 a 0, graças a uma bela cobrança de falta de Edwin Cardona.

O zagueiro do Paris Saint-Germain, Marginhos, abriu o placar para o Brasil no Estádio Nacional Mané Garrincha após construir a casa aos 23 minutos, com o companheiro de equipe Neymar convertendo o pênalti após uma hora de identificação.

Neymar terminou em terceiro pelo Brasil ao contornar o goleiro antes de marcar para o substituto Gabriel Barbosa acertar o gol vazio nos estágios finais.

A Venezuela foi forçada a colocar um time improvisado depois que oito jogadores e quatro treinadores retornaram testes COVID-19 positivos.

A Colômbia venceu o Equador em mais uma partida do Grupo P © Getty Images
A Colômbia venceu o Equador em mais uma partida do Grupo P © Getty Images

Notícias de casos COVID-19 da Venezuela confirmaram que três soldados bolivianos e um membro da equipe técnica da equipe tinham resultado positivo no teste do vírus corona.

A Bolívia enfrenta o Paraguai na partida de abertura do Grupo A, na Arena Pantanal, em Cuba, amanhã.

O Brasil foi autorizado a sediar o torneio na sexta-feira (11 de junho) após receber a aprovação do Supremo Tribunal Federal do país.

A estrutura do evento atrasado, que foi adiado do ano passado devido à crise global de saúde, foi dominado por questões de campo, pois estava programado para acontecer na Argentina e na Colômbia antes de ser transferido para o Brasil. O mundo é o mais afetado pela epidemia de COVID-19.

READ  Jogos Olímpicos de 2021: atualizações ao vivo, notícias, contagem de medalhas da cerimônia de encerramento, aros femininos americanos, vôlei ganha ouro

A Confederação Sul-Americana de Futebol desligou a Argentina no mês passado, onde há mais de quatro milhões de vírus corona e mais de 84.000 mortes.

Conmebia já havia retirado os direitos de co-hospedagem da Colômbia devido a violentos protestos contra o governo.

O Brasil registrou mais de 484.000 mortes desde COVID-19, e há temores de que outra onda possa mergulhar o país ainda mais na crise.

Em uma pesquisa realizada pelo XP / IPSB, 64 por cento dos entrevistados são contra o Brasil, que hospeda o torneio de 10 equipes, com um terço – 29 por cento – a favor.

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top