Ucrânia corta gás russo de um eixo, ressaltando riscos de fornecimento

Zaporizhia, Ucrânia (AFP) – A Ucrânia interrompeu o fluxo de gás natural russo através de um único centro que alimenta residências e indústrias europeias nesta quarta-feira, enquanto um funcionário pró-Kremlin na região sul capturado por forças russas disse que pediria a Moscou para anexá-lo. .

Essas declarações podem ser outro sinal do plano mais amplo da Rússia para a Ucrânia, enquanto tenta salvar a invasão até agora descarrilada. Em meio a temores de que o país possa continuar sendo uma fonte de instabilidade continental e global Por meses, ou mesmo anos, para vir.

Depois que suas forças não conseguiram invadir rapidamente a capitalO presidente Vladimir Putin mudou seu foco para a região de Donbass, no leste do país. Mas um de seus líderes observou que os planos de Moscou são mais amplos, dizendo que também espera assumir o controle do sul do país e isolá-lo da costa.

“A cidade de Kherson é a Rússia”, disse Kirill Strimosov, vice-chefe da administração regional indicada por Moscou, à agência de notícias RIA Novosti. Ele disse que as autoridades regionais querem fazer de Kherson uma “região adequada” para a Rússia.

As autoridades russas nem sempre falam por Moscou, mas no mês passado Strimosov descartou a devolução do controle da região de Kherson às autoridades ucranianas.

A fronteira de Kherson está localizada na fronteira da Crimeia, que a Rússia anexou em 2014, cuja captura foi um dos sucessos mais importantes da Rússia na guerra.

Em 11 semanas, a guerra eclodiu nos campos de batalha das cidades e vilas ucranianas, mas também nos mercados de energia e financeiros, enquanto os aliados da Ucrânia no Ocidente procuravam privar a Rússia dos fundos necessários para financiar a guerra por meio de sanções e embargos de energia..

O analista de gás Zongqiang Luo, da Rystad Energy, disse que o efeito prático imediato dos cortes de gás de quarta-feira provavelmente será limitado porque a maior parte do gás pode ser encaminhada por outro gasoduto.

Os dados iniciais de fluxo indicaram que isso já estava acontecendo, embora a gigante estatal russa Gazprom tenha indicado alguma queda nos suprimentos. Ele disse que enviaria suprimentos de gás para a Europa através da Ucrânia com um volume de 72 milhões de metros cúbicos, aparentemente uma queda de 25% em relação ao dia anterior.

READ  O Twitter enfrenta uma nova dor de cabeça na Índia devido ao mapa do país

A medida destaca a ameaça mais ampla ao fornecimento de gás na guerra e é simbólica porque é a primeira vez que a Ucrânia interrompe o fluxo para o oeste.

miniatura de vídeo do youtube

“A decisão de ontem é uma pequena prévia do que pode acontecer se as instalações de gás forem atingidas por munição real e enfrentarem o risco de um longo tempo de inatividade”, disse Low.

Ele acrescentou que a interrupção tornaria difícil para os países europeus reabastecer os estoques subterrâneos para o próximo inverno e “acelerar os planos da Europa de se afastar das importações de gás da Rússia”.

A União Européia procurou reduzir sua dependência da energia russa, eliminar gradualmente o uso de carvão e considerar fazer o mesmo com o petróleo. O gás é um problema mais complexo, devido à quantidade de uso da Europa e às dificuldades técnicas para obtê-lo em outros lugares.

Não ficou claro se a Rússia receberia algum golpe imediato, pois possui contratos de longo prazo e outras formas de transportar gás.

No campo de batalha, disseram autoridades ucranianas, um ataque com mísseis russos atingiu uma área ao redor de Zaporozhye e destruiu infraestruturas não especificadas. Não houve relatos imediatos de feridos. A cidade no sudeste do país foi um refúgio para muitos civis que fugiram do cerco russo na devastada cidade portuária de Mariupol.

Defensores das forças russas disseram que as forças russas também continuaram a bombardear o último reduto da resistência ucraniana naquela cidade.

O Regimento Azov disse nas redes sociais, na quarta-feira, que as forças russas realizaram 38 ataques aéreos nas últimas 24 horas “no território” das siderúrgicas Azovstal.

A enorme siderúrgica, com sua rede de túneis e bunkers subterrâneos, abrigou centenas de soldados e civis ucranianos durante um cerco de meses. Dezenas de civis foram evacuados nos últimos dias, mas autoridades ucranianas disseram na terça-feira que cerca de 100 civis ainda estavam presos lá.

As esposas de dois soldados ucranianos que defendem a usina encontraram o Papa Francisco na quarta-feira e pediram que ele interviesse para ajudar a organizar a evacuação das tropas. A primeira, Yulia Fedosyuk, disse que as tropas estão ficando sem água e sem comida. Ela disse ter entendido que alguns civis, parentes dos soldados, permaneceram na usina.

READ  Atualizações ao vivo da Rússia e da Ucrânia: EUA dizem que a Rússia perdeu 15-20% de seu poder de combate

Enquanto isso, o presidente Volodymyr Zelensky, em seu discurso noturno, indicou que o exército está gradualmente afastando as forças russas de Kharkiv – a segunda maior cidade do país e chave para a ofensiva russa no Donbass.

Ele disse que suas forças expulsaram as forças russas de quatro vilarejos perto da cidade.

Enquanto suas forças parecem estar ganhando força em um contra-ataque emergente, o ministro das Relações Exteriores, Dmytro Kuleba, expressou o que parecia estar aumentando a confiança – e ampliando as metas – na terça-feira. Ele ressaltou ao Financial Times que a Ucrânia poderia ir além de simplesmente forçar a Rússia a retornar às áreas que controlava antes do início da invasão, 11 semanas atrás.

A declaração de Kuleba parecia refletir mais ambições políticas do que realidades do campo de batalha: as forças russas avançaram e controlaram mais Donbass do que antes do início da guerra. Mas destaca como a Ucrânia prejudicou um exército russo maior e mais bem armado, surpreendendo muitos que previam um fim mais rápido do conflito.

Enquanto isso, o Ministério da Defesa da Grã-Bretanha disse que a Ucrânia está atacando as forças russas na Ilha da Cobra, no noroeste do Mar Negro, em uma tentativa de atrapalhar as tentativas de Moscou de expandir sua influência.

A Rússia procurou reforçar sua guarnição na Ilha da Cobra, enquanto o ministério disse no Twitter: “A Ucrânia conseguiu atacar as defesas aéreas russas e reabastecer navios com drones Bayraktar”. Ela disse que os navios de reabastecimento russos tinham proteção mínima depois que a marinha russa se retirou para a Crimeia após a perda da nau capitânia de sua frota no Mar Negro..

Imagens de satélite analisadas pela Associated Press mostram os combates no local.

Mas a declaração advertiu: “Se a Rússia reforçar sua posição na Ilha (Snake) com defesa aérea estratégica e mísseis de cruzeiro de defesa costeira, poderá controlar o noroeste do Mar Negro”.

A operadora de gasodutos da Ucrânia disse que interromperia os embarques russos através de um hub em uma parte do leste da Ucrânia controlada por separatistas apoiados por Moscou devido à interferência das “forças de ocupação”, incluindo uma aparente apreensão de gás. Ela também reclamou de interferência durante todo o mês passado.

READ  Explosões destruíram duas torres de rádio na região separatista da Transnístria, na Moldávia

Os futuros do gás europeu oscilaram na terça e quarta-feira nas notícias, o que significa que os consumidores podem enfrentar contas de energia mais altas – em um momento em que os preços já estão subindo.

Os preços mais altos beneficiariam a Rússia, embora agora tenha enormes reservas estrangeiras graças ao rápido aumento dos preços do petróleo bruto nos últimos meses, à medida que as viagens e os negócios globais foram retomados após os bloqueios em massa da pandemia de coronavírus.

O centro em questão lida com cerca de um terço do gás russo que passa pela Ucrânia para a Europa Ocidental. A gigante russa de gás natural Gazprom colocou o número em cerca de um quarto.

A medida ocorre no momento em que as potências ocidentais buscam aumentar a pressão econômica sobre Moscou e reforçar os defensores da Ucrânia. A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira um pacote de ajuda de US$ 40 bilhões para a Ucrânia.

Autoridades dos EUA e da Otan expressaram temores de que a Rússia possa estar à beira de um conflito prolongado enquanto a guerra entra em seu terceiro mês, com poucos sinais de uma vitória militar decisiva para ambos os lados e nenhuma solução à vista.

A OTAN também está esperando Para ver se a Suécia e a Finlândia, os dois principais vizinhos bálticos da Rússia, anunciarão planos de adesão à OTAN – o que pode ser um duro golpe para a Rússia.

___

Gambrell relatou de Lviv, Ucrânia. Yesica Fisch em Bakhmut, David Keyton em Kiev, Yuras Karmanau em Lviv, Mstyslav Chernov em Kharkiv, Lolita C. Baldor em Washington, Kelvin Chan em Londres e funcionários da AP em todo o mundo contribuíram.

___

Acompanhe a cobertura da Associated Press sobre a guerra na Ucrânia: https://apnews.com/hub/russia-ukraine

Menno Lange

"Geek da Internet. Entusiasta da comida. Pensador. Praticante de cerveja. Especialista em bacon. Viciado em música. Viajante."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back to top