Embraer vende 100 aeronaves para a Netjets, ações sobem

Uma aeronave Embraer Phenom 300E está em exibição na Conferência e Exposição de Aviação Executiva da América Latina (LABACE) em 14 de agosto de 2018 no Aeroporto de Konkanhas, em São Paulo, Brasil. REUTERS / Paulo Whitaker

São Paulo, 11 de outubro (Reuters) – A fabricante brasileira de aeronaves EmaRere aumentou sua participação na segunda-feira, depois de assinar um acordo de US $ 1,2 bilhão para vender mais 100 aeronaves à Njets.

A Embraer disse que espera entregar jatos Phenom 300E a partir do segundo trimestre de 2023. A Netjets é uma empresa norte-americana que oferece propriedade compartilhada de jatos comerciais privados.

As ações negociadas no Brasil no Império subiram 6% a 26,25 rix no comércio da tarde, superando o índice mais amplo da Bovespa (.BVSP) em 0,70%.

O Imperador disse que a Netzets, dona da Berkshire Hathaway (BRKa.N) de Warren Buffett, planeja usar a nova aeronave em suas operações nos Estados Unidos e na Europa.

Segundo a Embraer, o negócio também inclui um contrato de prestação de serviços “abrangente”.

O negócio da Embraer com a Netjet é a segunda fase do negócio de 2010, no qual a empresa norte-americana comprou 50 aeronaves Phenomena com opção de compra de 75 aeronaves adicionais.

O negócio favorece os analistas da Gate Investimentos Empire, que marca a retomada das operações da empresa afetada pela epidemia.

Edição de Gabriel Arazo de Louis Heavens, David Goodman e Dan Krepler

Nossos padrões: Políticas da Fundação Thomson Reuters.

READ  O levantador de peso brasileiro Reyes desiste do doping nas Olimpíadas de Tóquio

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top