Filhos da favela do Rio ganham filme grátis após pandemia | entretenimento

Por Mario Lobo, Associated Press

RIO DE JANEIRO (AP) – Enquanto o sol se punha na favela Villa Cruzeiro na segunda-feira, as crianças deste bairro popular do Rio de Janeiro se banhavam na luz quente da noite e as crianças faziam fila para assistir a um filme gratuito.

Alguns nunca colocaram os pés nos cinemas porque os ingressos para a família podem ser caros – mesmo antes de a pandemia prejudicar os empregos de seus pais. Sua renda disponível foi corroída pelo aumento da inflação, especialmente os custos de eletricidade e alimentos para as famílias.

READ  Os médicos de Britney Spears supostamente querem tirar Jamie da custódia

“Este é um projeto muito legal e muito importante”, disse Mateus Borges Coelho, 21, técnico de enfermagem, enquanto segurava sua filha pequena no programa “Space Jam: A New Legacy”. “Nem todos os pais podem levar seus filhos” ao cinema.

O espectáculo no local, denominado Konteiner, foi organizado pela Voz da Comunidade – Voz da Comunidade – uma organização sem fins lucrativos que lançou o “Cinema na Colina” antes da pandemia. Foi suspenso quase imediatamente quando o novo coronavírus começou a se espalhar.

Mas o número de novos casos e mortes de COVID-19 diminuiu no Rio e no Brasil. Os shows recomeçaram na segunda-feira e fornecem um alívio bem-vindo da pandemia e das dificuldades sociais e econômicas.

Mais de 200 crianças correram para a entrada do local em dois shows na segunda-feira, e voluntários distribuíram máscaras e gel de limpeza gratuitamente. As crianças também receberam um pacote de pipoca e refrigerante.

Swanhilda Müller

"Jogador. Introvertido. Solucionador de problemas. Criador. Pensador. Evangelista vitalício de alimentos. Defensor do álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top