Ministério abre vagas para mais de 21,5 mil médicos em todo o Brasil

O Ministério da Saúde oferece mais de 21.500 vagas no Programa Médicos para o Brasil. Eles podem trabalhar em 5.233 municípios brasileiros, o que corresponde a aproximadamente 94% do país. O processo foi lançado em uma versão adicional Diário Oficial da União Nesta sexta-feira (3). O objetivo é fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa irá gradualmente traduzir o programa Mais Médicos do Brasil em Atenção Primária à Saúde (APS). Os médicos selecionados para o programa são agradecidos por seu trabalho em medicina familiar e comunitária, avaliação de desempenho, emprego por meio do sistema CLT, ascensão profissional (redução de renda) e trabalho em áreas nativas remotas e saudáveis.

Os diretores de saúde dos municípios elegíveis devem se juntar aos médicos pelo Brasil, cujo anúncio será feito nesta segunda-feira (6). Um edital sobre o processo de seleção de médicos também será divulgado neste mês.

“A recomendação é que os gestores não percam a oportunidade de conquistar a saúde e tenham médicos qualificados para atender o cidadão com dignidade”, disse Rafael Camara, secretário de Atenção Básica do ministério. Atenção Primária à Saúde (Adobe), responsável pela execução do novo programa.

Os municípios foram selecionados considerando o grave impacto dos municípios e o fato de muitos deles estarem localizados em áreas rurais remotas.

Lançado em 2019 por Médicos pelo Brasil com o objetivo de construir uma profissão médica federal para áreas com serviços difíceis e vulnerabilidades graves. O orçamento estimado para implantação no primeiro ano de operação é de R $ 1,2 bilhão.

Confira aqui Lista de municípios elegíveis para participar do Programa Médico para o Brasil

* Com informações do Ministério da Saúde

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top