Trabalhadores brasileiros no porto de Santos, Agência Marítima, recebem filmagem do COVID-19

SÃO PAULO, 26 de maio (Reuters) – O governo brasileiro enviará a primeira quantidade de vacinas de COVID-19 para entregar vacinas a trabalhadores portuários de Santos, com vacinas previstas para serem lançadas esta semana no maior porto da América Latina, informou quarta-feira uma agência marítima .

Williams disse que o Ministério da Infraestrutura se comprometeu publicamente a vacinar os trabalhadores em Tarzio de Freidas, citando uma mensagem de áudio datada de 23 de maio, compartilhada publicamente pela Associação Nacional de Operadores Portuários (FENOP).

Santos, um importante porto de exportação de mercadorias brasileiras, é uma medida de pressão crescente dos trabalhadores que ameaçaram entrar em greve se não se vacinarem até 31 de maio.

Na Argentina, os portuários prometeram uma greve de 48 horas a partir da meia-noite, após uma greve internacional na semana passada que interrompeu as exportações agrícolas do país, gerando pedidos iniciais de vacina contra COVID-19.

De acordo com um vídeo separado postado nas redes de mídia social da Phenob, funcionários do Ministério de Infraestrutura e Saúde prometeram começar a vacinar 150.000 funcionários de portos e aeroportos antes do prazo.

Autoridades disseram que a distribuição das vacinas, que visa imunizar esses trabalhadores, está prevista para começar em 48 horas. (Reportagem de Ana Mano e Gabriel Arazo; Edição de David Gregorio)

READ  'Absolutamente insano': Viral Brazil concorda em sediar uma partida de futebol

Tadday Köhler

"O desconfortavelmente humilde fã de TV. Generalista de Twitter. Entusiasta de música extrema. Conhecedor de Internet. Amante de mídia social".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top