A semana 2 acabou na última segunda-feira, mas antes tarde do que nunca, está pronto mais um texto sobre a corrida maluca da NFL. Gostaria de pedir perdão aos leitores, pois fiquei enrolado durante a semana. Todavia, mais uma vez a NFL nos presenteou com uma rodada de muita loucura. Em determinado momento por volta das 17 horas de domingo, os jogos estavam alucinantes e diversas partidas estavam sendo decididas nos momentos finais. Foi difícil decidir que jogos assistir naquele momento. Cheguei a ver 3 jogos em 3 telas diferentes nessa hora.

Depois de toda essa loucura, quais são as conclusões que podemos tirar e como ficou o Power Rankings?

OBS: O jogo entre New York Jets e Cleveland Browns só terá efeito sobre o próximo power rankings.

1- O Cincinnati Bengals deve ser levado a sério, ao menos dentro da divisão

Cincinnati Bengals silenciosamente montou um bom time durante a offseason. O maior problema da franquia no ano passado, e razão das dificuldades de Andy Dalton, era a linha ofensiva. Ela foi o foco da intertemporada do Bengals, que conseguiu melhorá-la com as vindas de Cordy Glenn e Billy Price. Além disso, a retomada da boa conexão entre Andy Dalton e AJ Green, a volta de Tyler Eifert e o crescimento de segundo-anistas como John Ross e Joe Mixon tem melhorado muito o ataque. Na defesa, vários jogadores subestimados pelo público estão jogando bem. William Jackson III, Carlos Dunlap, Geno Atkins, Nick Vigil, entre outros, tem se destacado. Toda essa reunião de talentos resulta num time que tem tudo para brigar pelo título da AFC North. Está na hora de levar o Bengals a sério como um possível time de playoffs.

Os ânimos estão bons em Cincinnati. Créditos: Divulgação/Bengals.
Os ânimos estão bons em Cincinnati. Créditos: Divulgação/Bengals.

2- Tudo imprevisível na NFC South

O começo de temporada nos revela muito pouco sobre o que irá acontecer na NFC South. O Buccaneers é o único time com 2 vitórias e sai na frente na classificação. Os outros 3 estão empatados com 1 vitória e 1 derrota. Dos 4 times, o Buccaneers era o menos levado a sério antes da temporada. Entretanto hoje já é difícil fazer essa afirmação. Mas será mesmo que a franquia de Tampa é melhor que Saints, Falcons e Panthers. Talvez, mas é difícil afirmar com muita precisão. Com uma vantagem mínima para o Bucs e todos os outros com campanha 1-1, essa parece a divisão que temos menos respostas até agora.

OBS: Importante notar que o Falcons essa semana jogou muito bem na redzone. Isso pode ser um bom indício do que está por vir.

3- O Los Angeles Rams é o melhor time da NFL até aqui

Depois de amassar o Raiders (33 a 13), principalmente no segundo tempo, e de massacrar o Cardinals do início ao fim (34 a 0), não dá para apontar outro time como o melhor da liga até aqui. Tanto o ataque quanto a defesa estão contribuindo enormemente nesse início de temporada. O ataque não tem mostrado nenhum sinal de declínio em relação ao ano passado. Ao contrário, com a adição de Brandin Cooks, esse lado da bola parece estar ainda mais explosivo. Já na defesa, o “Dream Team” que foi montado está entregando. Tanto a secundária quanto a linha defensiva estão jogando o que se espera deles. É difícil duvidar de uma defesa com tantos nomes e a genialidade de Wade Phillips.

É claro que os adversários do Rams até aqui não foram dos mais difíceis, mas nunca se deve subestimar performances dominantes numa liga onde nada é garantido. Ano passado também duvidaram do Eagles por massacrar apenas times considerados fracos e todos sabemos como terminou a temporada. Agora cabe ao Rams manter o nível até o final do ano para poder capitalizar tanto talento num Lombardi Trophy.

Todd Gurley é o principal nome do melhor time da NFL até aqui. Créditos: Divulgação/Rams.
Todd Gurley é o principal nome do melhor time da NFL até aqui. Créditos: Divulgação/Rams.

4- Bills e Cardinals são os piores times até aqui

Qualquer outro dos 30 times restantes mostrou algumas boas qualidades nessas 2 semanas de temporada. Apenas Bills e Cardinals que não. Nenhuma das duas franquias conseguiu jogar um futebol minimamente competitivo até aqui. Os dois ataques tem sido completamente inofensivos e as defesas, que tem bons nomes, estão jogando abaixo do esperado. Porem um dos motivos para elas estarem jogando pior do que se esperava é o próprio ataque, já que a completa ineficiência da unidade ofensiva força a defesa a ficar muito tempo em campo, levando ao cansaço. Se não melhorarem, a disputa pela 1st pick do próximo draft será intensa entre esses dois.

5- Times que já estão com um pé fora dos playoffs

No atual formato da liga, a chance de um time que começa a temporada com 0-2 chegar nos playoffs é de aproximadamente 12%. As franquias que estão nessa situação esse ano são Arizona Cardinals, Buffalo Bills, Detroit Lions, New York Giants, Seattle Seahawks, Oakland Raiders e Houston Texans. Começar 0-2 impõe muitas dificuldades, mas está longe de ser uma sentença de morte. A última vez que os playoffs não incluíram nenhum time que começou 0-2 foi em 2012.

Então todos esses ainda tem chances, só que precisam melhorar muito. Na minha opinião, aqueles que tem a melhor chance são Raiders e Texans, pois não estão na pesada NFC e se mostraram os mais competitivos até aqui. Todo mundo que foi aqui citado tem a obrigação de ganhar na semana 3, independentemente do adversário, se quiserem chegar aos playoffs.

6- Quando Blake Bortles joga bem tudo é possível para o Jaguars

Um dos motivos pelo qual eu sou tão cético sobre a possibilidade do Jaguars ir ao Super Bowl é o quarterback. Blake Bortles é muito limitado e custou vários jogos para a franquia de Jacksonville ano passado. Mesmo a defesa tendo sido a melhor da liga, a campanha foi apenas um 10-6, muitas vezes sofrendo contra times medianos. É difícil jogar sempre tentando tirar a importância da posição mais importante do jogo. Só que tem dias em que Bortles simplesmente pega fogo. Ano passado ele teve uma sequência de 3 grandes jogos em dezembro. Mas o que aconteceu? O Jaguars foi dominante em todos os jogos. Depois disso ele voltou a ser ele mesmo e perdeu os últimos 2 jogos e a bye.

O jogo do último domingo contra o Patriots foi mais um exemplo de uma grande partida de Bortles em que o Jaguars jogou como um time dominante.

Com um gameplan defensivo de New England que forçou Bortles a lançar bastante a bola, ele e a linha ofensiva (que fez um excelente trabalho na proteção) responderam muito bem ao desafio. O ataque do Jaguars espalhou recebedores pelo campo e conseguiu colocar Blake como uma espécie de armador de basquete, que sempre encontrava uma opção aberta. Importante destacar a boa precisão que ele teve ao longo do jogo. No segundo tempo a defesa do Patriots se ajustou, mas a defesa do Jaguars conseguiu manter a vantagem e o ataque ainda fez algumas jogadas em momentos cruciais.

Na semana anterior vimos o Jaguars quase ser derrotado para o Giants em mais uma atuação fraca de Bortles. Essa semana Jacksonville dominou. Esse time pode viver ou morrer através de seu quarterback. É bom o torcedor rezar para ele pegar fogo em janeiro, porque esse time pode ser imparável quando ele joga bem.

O sorriso de quem sabe que o céu é o limite quando ele está num bom dia. Créditos: Divulgação/Jaguars.
O sorriso de quem sabe que o céu é o limite quando ele está num bom dia. Créditos: Divulgação/Jaguars.

7- Chiefs e Buccaneers: Muito ataque e pouca defesa

O Kansas City Chiefs nesse momento está ranqueado no site Football Outsiders como o melhor ataque e a pior defesa da liga. Enquanto isso, o Tampa Bay Buccaneers aparece como o segundo melhor ataque e a segunda pior defesa. É difícil ter muita consistência tendo um desequilíbrio tão grande entre unidades. Até aqui ambos estão 2-0, mas se continuarem assim inevitavelmente perderão jogos. Mas das 2 franquias, a que mais preocupa é a de Tampa, pois é difícil acreditar que Ryan Fitzpatrick conseguirá manter um nível de MVP por muito tempo. Patrick Mahomes, apesar de estar em seu primeiro ano como titular, é mais confiável até por estar ao lado de Andy Reid, uma das melhores mentes ofensivas da liga. Todavia, fato é que os dois times tem que melhorar suas defesas se quiserem brigar por algo maior esse ano.

O olhar sedutor de quem está calando os críticos e é o MVP da liga NFL até aqui. Créditos: Divulgação/Buccaneers.
O olhar sedutor de quem está calando os críticos e é o MVP da liga NFL até aqui. Créditos: Divulgação/Buccaneers.

8- Um jogo entre contenders em Green Bay

A partida entre Green Bay Packers e Minnesota Vikings foi até aqui um dos melhores jogos da temporada. Uma pena um jogão desses terminar sem uma equipe vencedora. No entanto, as duas franquias jogaram muito bem e mostraram muitas qualidades. Alguém teria que sair sem vencer. Nesse caso, os dois. Nenhuma das duas merece ser muito rebaixada no power rankings por não ter conseguido bater um adversário que também é candidato ao Super Bowl. A defesa do Packers parece estar melhorada em relação a 2017, precisando aparar apenas algumas arestas, enquanto que o ataque do Vikings esse ano tem mais potencial para ganhar jogos de alta pontuação agora que tem Kirk Cousins, ao invés de Case Keenum.

9- Hora dos torcedores do Steelers se preocuparem

A performance da secundária do Steelers no último domingo foi simplesmente horrível. Uma das piores que eu já vi. Patrick Mahomes passeou e anotou 6 touchdowns. E poderia ser pior, já que se não fosse por 2 overthrows esse número talvez fosse 8. Isso seria um recorde na história da NFL. Mas por falar em recordes, o jogo de domingo foi a primeira vez que um time da casa perdeu um jogo em que anotou 37+ pontos e não cometeu nenhum turnover desde 1940. Os outros times estavam 386-0. Parabéns Steelers, seus problemas vão muito além da novela de Le’veon Bell. A AFC North já está sob enorme risco de ser perdida esse ano.

10- O Indianapolis Colts pode ser um time de playoffs da NFL esse ano

Talvez se Jack Doyle não tivesse custado o jogo da primeira semana essa afirmação fosse muito mais popular hoje. Mas o fato é que o Colts vem jogando bem com o novo coaching staff e a vota de Andrew Luck. Na semana 1 tiveram a faca e o queijo na mão para ganhar do subestimado time do Bengals em casa, mas cometeram erros bobos nos momentos finais. Na semana 2 a franquia conseguiu jogar ainda melhor. Enfrentando o mediano time do Redskins, Andrew Luck e companhia conseguiram ganhar convincentemente. Sendo assim, destaque para a defesa que vem mostrando crescimento com jovens jogadores, principalmente Darius Leonard. Destaque também para Andrew Luck: que diferença faz ter um dos melhores quarterbacks da NFL de volta.

O Indianapolis Colts é melhor do que você pensa. Créditos: Divulgação/Colts.
O Indianapolis Colts é melhor do que você pensa. Créditos: Divulgação/Colts.

Power Rankings

Ao lado dos times está a campanha, seguida pelo número de posições que esse time subiu ou desceu em relação à semana passada. Importante lembrar que vencer nem sempre é sinônimo de subir no ranking, nem perder é sinônimo de descer. Sendo assim, a campanha também está longe de ser o fator determinante.

1- Los Angeles Rams (2-0) +-0

2- Jacksonville Jaguars (2-0) +5

3- Minnesota Vikings (1-0-1) -1

4- Green Bay Packers (1-0-1) +-0

5- Kansas City Chiefs (2-0) +5

6- New England Patriots (1-1) -3

7- Philadelphia Eagles (1-1) -2

8- Los Angeles Chargers (1-1) +4

9- Tampa Bay Buccaneers (2-0) +17

10- Cincinnati Bengals (2-0) +4

11- New Orleans Saints (1-1) -5

12- Chicago Bears (1-1) -1

13- Atlanta Falcons (1-1) +7

14- Denver Broncos (2-0) +1

15- Carolina Panthers (1-1) -2

16- Baltimore Ravens (1-1) -8

17- Pittsburgh Steelers (0-1-1) -8

18- Indianapolis Colts (1-1) +5

19- Miami Dolphins (2-0) +3

20- San Francisco 49ers (1-1) -1

21- Tennessee Titans (1-1) +3

22- New York Jets (1-1) -4

23- Washington Redskins (1-1) -6

24- Dallas Cowboys (1-1) +7

25- Cleveland Browns (0-1-1) +2

26- Houston Texans (0-2) -10

27- Oakland Raiders (0-2) +1

28- New York Giants (0-2) -7

29- Seattle Seahawks (0-2) -4

30- Detroit Lions (0-2) -1

31- Arizona Cardinals (0-2) -1

32- Buffalo Bills (0-2) +-0

Créditos: Kim Klement - USA TODAY Sports
Créditos: Kim Klement – USA TODAY Sports

Por fim, Tampa Bay Buccaneers foi o time que mais subiu no ranking após bater o atual campeão, Philadelphia Eagles.

Comenta aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here